domingo, 15 de fevereiro de 2015

Miss Otis regrets she’s unable to lunch today

O genial (e não estou sendo leviano com a palavra “genial” aqui) compositor Cole Porter vangloriava-se de ser capaz de compor uma música sobre qualquer tema que lhe dessem.

Certa vez, estava em um restaurante com amigos e foi desafiado por eles a compor uma música com a primeira frase que ouvissem. Nisso, chega o garçom na mesa ao lado com um recado à pessoa que estava ali aguardando:

- A Srta. Otis lamenta mas está impossibilitada de almoçar hoje.

Porter transformou a senhorita Otis em uma fina dama da sociedade que, tendo sido desiludida por seu amante, mata-o, é presa em seguida e linchada. A história é contada por um seu elegante empregado, em forma de recado a uma amiga dela, lamentando que ela não poderá comparecer ao compromisso agendado.

Miss Otis regrets she's unable to lunch today, Madam.
Miss Otis regrets she's unable to lunch today.
She is sorry to be delayed,
But last evening down in Lover's Lane she strayed.
Madam.
Miss Otis regrets she's unable to lunch today.

When she woke up and found, that her dream of love was gone.
Madam.
She ran to the man who had lead her so far astray.
And from under a velvet gown,
She drew a gun and shot her lover down,
Madam.
Miss Otis regrets she's unable to lunch today.

When the mob came and got her and dragged her from the jail,
Madam,
They strung her from the old willow cross the way.
And the moment before she died,
She lifted up her lovely head and cried,
Madam.
Miss Otis regrets she's unable to lunch today.

Miss Otis regrets... she's unable to lunch today.

Um comentário:

Emmanuella Conte disse...

Isso sim é criatividade. Será que a verdadeira Miss Otis um dia chegou a sequer cogitar que foi ela a inspiração? Hahah

Related Posts with Thumbnails