quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Meu Kindle - 2ª parte

Kindle

Releia a primeira parte clicando aqui.

Para adquirir um e-book, basta entrar no site da livraria, escolher o livro desejado e baixar diretamente no seu aparelho. Todos os e-books que comprei até agora foram na loja da própria Amazon, que também é a “dona” do Kindle, e, nesse caso é uma operação mais fácil ainda, pois a compra é feita em um único clique.

E aí vem outro ponto positivo: os e-books são muito mais baratos que em papel. Por exemplo, comprei uma coletânea com todos os romances de Machado de Assis por R$ 4,99. Nem todos os livros são baratos assim, claro, mas sempre são mais baratos que a sua versão impressa.

Além disso, uma vez adquirido o livro, ele fica o seu Kindle e você pode carregá-los todos (mais de 1000) em seu aparelho. Ele será sua estante ambulante, e você poderá consultá-los a qualquer momento.

Você também pode carregar dicionários no seu Kindle e quando estiver no meio de uma leitura de deparar-se com uma palavra ou expressão que não conhece, é só marcá-la que abre uma tela com o significado. Isso vale também para palavras em outras línguas. Caso você esteja conectado via wi-fi, pode também obter a informação da internet, de sites como a Wikipedia, por exemplo, tudo de forma muito simples.

Se sua casa já está abarrotada de livros, isso não será um impedimento para comprar um novo livro. Você não precisará mais reformar a sua casa!

Nem tudo são flores, porém. Há algumas coisinhas que só mesmo o livro impresso nos proporciona. Por exemplo, um e-book não pode ser emprestado, a menos que se empreste o leitor junto. Outra coisa chata é que a tela não é adequada para a leitura de livros ilustrados. O último ponto negativo é mais por xeretice minha, mas o leitor eletrônico nos tira o prazer de fuçar as prateleiras nas casas de amigos para ver o que eles gostam de ler, obter alguma dica para sua próxima leitura etc. Não imagino ser polido alguém falar para o amigo: "Com licença? Posso bisbilhotar seu Kindle?

Resumindo os pontos positivos e negativos de um leitor eletrônico e e-books em geral:

Alegre

  • O leitor tem luz própria e a bateria dura bastante
  • Tem tamanho reduzido, é fácil de levar para qualquer lugar e de manusear
  • É fácil de apoiar para ler com as mãos livres
  • Pode-se consultar palavras durante a leitura, tanto seu significado quanto eventuais traduções, é só ter o dicionário devidamente carregado no aparelho
  • Pode-se fazer pesquisas na internet dentro do contexto da leitura
  • Pode-se marcar trechos, páginas etc. para referência futura
  • E-books são comprados on-line
  • E-bboks são mais baratos
  • E-books não ocupam espaço em casa
  • Tem ferrramentas para apontar os erros encontrados

Smiley triste

  • E-books não são decorativos – casas abarrotadas de livros podem ser um lugar legal para viver
  • E-books não têm cheiro nem textura de papel
  • E-books não são adequados para livros com fotografias ou mapas
  • E-books não são emprestáveis
  • Inviabiliza xeretice

Definitivamente, se você gosta e tem o hábito de de ler, recomendo.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails