domingo, 10 de agosto de 2014

Herói

Em agosto de 1977, o Sargento Sílvio Delmar Hollenbach passeava no zoológico de Brasília com sua família, quando ouviu os gritos de uma criança que havia caído no fosso das ariranhas. Ariranha, para quem não sabe, é uma espécie de lontra, também conhecida como onça-d’água.

bichos-brasil-mamiferos-ariranha

Sem pensar duas vezes, ele atirou-se no fosso e conseguiu tirar o menino de lá. As ariranhas, no entanto, assustaram-se com a movimentação em seu “lar” e, pressentindo uma ameaça às suas próprias crias, atacaram o sargento, cravando seus poderosos dentes em suas pernas e ferindo-o mortalmente (morreu de infecção no hospital). Isso tudo com a sua mulher e quatro filhos assistindo à cena, impotentes.

Sílvio é um herói na acepção mais pura da palavra. Trocou sua vida pela de outro ser humano que nem conhecia. Poucas, pouquíssimas pessoas fariam o mesmo que ele.

Em plena ditadura militar, o jornalista Lourenço Diaféria escreveu uma crônica ressaltando o feito do herói, porém, aproveitou o ensejo para cutucar a instituição do exército como um todo (leia aqui). Por conta disso, Diaféria foi preso.

Aliás, lembrei-me dessa história porque estou lendo uma coletânea de crônicas brasileiras e me deparei com essa do Diaféria, que me trouxe à lembrança todos esses fatos que acompanhei à época pelos jornais. Depois que li, fiquei imaginando o que teria acontecido com o menino que foi salvo. Estará vivo? Terá se tornado uma pessoa minimamente boa?

Graças ao tio gúgol, descobri que ele está vivo. Infelizmente, não sei o que pensar da segunda pergunta. Simplesmente, ele e sua família não querem mais falar do assunto. Compreendo o trauma, mas eles nunca ligaram ou sequer mandaram um cartão de Natal para a família do homem que o salvou.

Família essa que vai bem, segundo consta. Devem estar, muito justamente, celebrando  a memória de seu pai hoje.

Um comentário:

Emmanuella Conte disse...

Pois é. Ainda bem que ainda existe gente no mundo que faz o bem sem esperar o troco. Esses sim são os heróis. Porque é realmente triste saber que, frequentemente, nem a gratidão a gente recebe...

Related Posts with Thumbnails