quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Ética, Caráter e Princípios

1209232_651935058174573_992344030_n

Outro dia eu li que “ética é aquilo que a gente faz quando todos estão olhando e caráter é aquilo que a gente faz quando ninguém está olhando”. Não sei se essas definições são dicionaristicamente corretas, mas são bonitinhas e dão o que pensar.

Em um dos meus primeiros posts (veja aqui), digo que me guio por princípios, mas que não sei exatamente quais são eles. É difícil mesmo defini-los, mas normalmente sabemos quando estamos perto de nos desviar deles por um caminho torto. Cabe-nos decidir se o tomamos ou não. Mas é possível seguir sempre em uma única direção? Será que alguns de nossos princípios não são conflitantes entre si às vezes?

Por exemplo, dois dos meus princípios são: dizer sempre a verdade e agradar as pessoas de quem gosto. Se alguém que me é muito querido(a) me pergunta se está bonito(a), e eu percebo que na verdade a pessoa só está querendo ouvir uma palavra agradável num momento difícil, que bem farei eu em dizer que ele(a) está feio(a)? Tudo bem, o exemplo foi meio idiota, mas é só para ilustrar.

Outro dia eu estava assistindo ao filme Lincoln, com Daniel Day-Lewis. Numa de suas falas ele me deu a resposta para essas dúvidas crueis: princípios não são mapas, são bússolas, que nos indicam a direção a seguir, mas não nos mostram os obstáculos, estradas ruins etc.

Isto posto, não é errado fazer alguns desvios pelo caminho. Infelizmente, alguns desses desvios podem nos tirar pra sempre da direção certa. Cabe ao nosso caráter (ou ética?) discernir o quanto podemos nos desviar.

- Sim, você está linda, minha amiga!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails