quinta-feira, 28 de junho de 2012

Concorrências inesperadas

Edison - 0295 - Marcas

Nem sempre é fácil determinar exatamente quem é seu concorrente. Não é necessariamente a empresa que produz uma mercadoria similar à sua. Pode ser algo completamente diferente, vindo de onde menos se espera.

Enquanto as agências de publicidade capricham nas propagandas da televisão, grande parte de seu esforço é perdido para um simples toque no controle remoto. Lembro-me de uma época em que os horários de propaganda eram sincronizados em algumas emissoras para tentar driblar isso, coisa absolutamente inócua hoje em tempos de TV a cabo e seus milhões de canais.

Outro dia, no mercado, pus-me a filosofar sobre o tema, mas sob outra ótica. Notei diversos homens encarregados, como eu, de fazer as compras do lar. Se na sua lista está escrito Bombril, é o Bombril mesmo que ele vai pegar, raramente o Assolan e nunca, mas nunca mesmo, uma marca nova que ele jamais ouviu falar.

Não importa o quão bonita seja a embalagem, a propaganda na televisão, a posição na prateleira etc. A maior parte de nós vai no tradicional. Desce por água abaixo boa parte do investimento no marketing do produto pelo simples fato de um homem ir às compras.

Sem nenhuma pretensão centífica nas minhas observações, não acho que seja só a tradicional objetividade masculina que manda. Nem o receio de experimentar algo novo – se for do seu interesse, como uma nova cerveja, por exemplo, é bem possível que ele traia temporariamente sua marca preferida só para experimentar.

Não… acho que é medo de levar bronca quando chegar em casa.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails