segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Finfinfinftzig!

É como se pronuncia minha idade, completada hoje, em alemão. Desde que aprendi isso, não via a hora de fazer finfinfinftzig só para escrever aqui. Parabéns pra mim.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Atualizando o cálculo escatológico

Em fevereiro de 2009, fiz um cálculo rápido baseado no número de pessoas que estava descendo a serra para passar o feriado no litoral (clique aqui para ler). Na ápoca, segundo o DERSA, 457 mil veículos desceriam para a Baixada Santista.

Segundo o mesmo órgão, neste final de ano 650 mil veículos farão esse mesmo percurso. Ou seja, utilizando o mesmo critério anterior de duas pessoas por automóvel, teremos perto de 1,3 milhão de seres humanos, que se adicionarão aos 1,7 milhão de habitantes locais, considerando-se somente a faixa que vai de Peruíbe a Bertioga, o que dá um total de 3,0 milhões de pessoas.

Se pensarmos que cada uma dessas pessoas, defeca por volta de 300 gramas por dia, com uma conta simples (3.000.000 pessoas x 300 g por pessoa) chegamos à conclusão que são produzidos 900 toneladas de bosta por dia! Agora, adivinha onde essa merda toda é lançada? No mar! Sim, no mar, onde todos aqueles turistas pegam ondas e se refrescam.

Repito o que disse anteriormente, sei que existem emissários que lançam uma boa parte desse esgoto bem longe da praia, mas a sopa primordial continua a mesma, só muda a concentração.

Fica a dica.

Estrada cheia

Nota: repeti parte do texto anteriormente publicado, pois final de ano me dá uma preguiiiça de pensar…

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Seis pequenos quadros

Música de Bruno Kiefer, executada por Lea Roland Kiefer.
As obras mostradas no vídeo são de Gisela Waetge.

Uma geométrica sensação de paz.

domingo, 23 de dezembro de 2012

O Natal de Charlie Brown

“Roubei” esse vídeo do blog de um amigo, o Gustavo (33 Rotações), que de quebra também postou o discurso que o Linus faz sobre o significado do Natal. Essa é a parte mais difícil de entender do filme, pois tem aquele linguajar bíblico cheio de expressões arcaicas. Interessante notar que quando ele fala “não tenham medo”, ele larga o seu cobertorzinho de proteção.

“E havia pastores que viviam nos campos e mantinham seus rebanhos durante a noite; e eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor brilhou ao redor e eles se viram com medo; e o anjo lhes disse: não tenham medo, porque trago notícias de grande alegria para todo o povo porque nasceu hoje na cidade de David um salvador, que é Cristo; e este será um sinal para vocês; e de repente apareceu um anjo com uma multidão louvando a Deus e dizendo: glória a Deus, paz na terra e boa vontade para com os homens.”

Feliz Natal!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Presépio refrigerante

181873_526955753989607_154829340_n

Não sei quem bolou essa, mas achei bem bonitinho. Feliz Natal a todos!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Valeu, Dave Brubeck!

Uma bela homenagem feita há três anos a Dave Brubeck (6/12/1920 - 5/12/2012)

Gisela Waetge: base 12–base 9

G-Waetge-b2-12-9-pintura-em-tela-72x72cm-121123_160754__DelRe_VivaFoto

Esse é um dos trabalhos da exposição de Gisela Waetge, no Museu do Trabalho (www.museudotrabalho.org), em Porto Alegre, que vai até 1º de fevereiro de 2013.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

domingo, 2 de dezembro de 2012

Aperfeiçoando o projeto…

 

Edison 3D 05

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Casa Cor

Essa conversa eu ouvi ontem com a minha filha em uma loja de conveniência.

Edison - 0331 - Casa Cor

domingo, 25 de novembro de 2012

Agora em 3D

Cansado de olhar meu bonequinho sempre em duas dimensões, resolvi criar uma versão 3D.

Inicialmente, parti do desenho em 2D (criado no Bitstrips):

Edison Carinhas

“Criei”, então, um cubo aberto e montei em cada face partes do desenho acima (essa é a parte mais difícil, tem que adaptar as vistas, pois não é um 3D verdadeiro, é lógico):

Edison Boneco 03

Aí, foi só montar o cubinho e correr pro abraço:

DSC01523

sábado, 24 de novembro de 2012

Dica de amigo

Quando meu primeiro filho nasceu, recebi uma dica de um amigo: na primeira vez que te pedirem para fazer a mamadeira, deixe cair as coisas, faça bastante barulho, quebre uma mamadeira e faça a maior bagunça na cozinha, senão...

Edison - 0330 - Dica de amigo

P.S. Tá, concordo que a piadinha tem um um cunho meio machista, mas a história do conselho é verdadeira.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Não vejo, não falo, ouço

Edison - 0329 - Macaquinhos a

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Manoel, o pragmático

Edison - 0328 - Manoel, o pragmático

domingo, 18 de novembro de 2012

Conserto doméstico

“plim-plim-plim-plim-plim-plim-plim-plim-plim”

Assim fazia nosso chuveiro aqui em casa e, depois de muita buzinaço no ouvido, resolvi tratar do problema hoje, em pleno domingo.

Aparentemente é um problema fácil de resolver: tira o registro, troca o courinho, coloca de volta e pronto. Para mim, no entanto, por algum inexplicável bloqueio funcional, apesar de me virar relativamente bem com problemas elétricos, de pedreiro e marceneiro, na parte hidráulica sempre fui um desastre.

Dito e feito, preparei as ferramentas, separei o courinho e pus-me a desmontar o registro. A primeira supresa foi o grau de desgaste de algumas peças o que fez ficar tudo mais difícil para desrosquear. A segunda surpresa foi o courinho, que em vez de ser igual ao que eu tinha, era de plástico, num formato completamente diferente. Bosta, f…-se, vou montar tudo de novo e que se dane o plim-plim.

Quem disse que eu montei? Uma das roscas não encaixava de jeito nenhum. Desisti, saí para comprar outro registro. Na primeira loja fui muito mal atendido por um vendedor que evidentemente detesta trabalhar aos domingos. E ainda por cima não tinham o que eu queria. Na segunda loja também não tinham, mas o amável vendedor ajudou-me a montar o conjunto (o sentido da tal rosca era invertido…) de forma que eu podia pelo menos chegar em casa e reinstalá-lo nas condições em que estava antes.

E foi o que fiz, com o único percalço de ter que improvisar mais um pouco, pois perdi um dos parafusos de fixação. Tudo reinstalado, abri o registro da água e não fiquei surpreso ao descobrir que o plim-plim havia aumentado. Pqp!

Sem contar que sujei o tapetinho do banheiro. Mais buzinaço…

Adereços

Edison - 0327 - Adereços

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Maldade feminina

Edison - 0326 - Maldade feminina

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Sexo na terceira idade

Edison - 0325 - Sexo na terceira idade

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

O jazz na ilha deserta

Na linha da velha proposição “quais os 10 álbuns de jazz que você levaria para uma ilha deserta?”, minha escolha seria (em ordem alfabética):


BENNY GOODMAN – Carnegie Hall The Complete Concert - O concerto dado em 1938, no Carnegie Hall, em Nova York, com clássicos da Era do Swing mais um apanhado da época anterior. Pela primeira vez o jazz se apresentou em uma casa de concertos.

J - Benny Goodman


BUDDY RICH – Big Swing Face – Gravado ao vivo, mostra toda a energia e técnica do baterista, acompanhado por uma excelente banda e um repertório fantástico.

J  -Buddy Rich


DAVE BRUBECK – Take Five - O famoso quarteto de Dave Brubeck no seu álbum mais notável.

J - Dave Brubeck


ELLA FITZGERALD – The Cole Porter Song Book vols. 1 e 2 – Uma das maiores vozes do jazz interpretando um dos maiores compositores americanos, Cole Porter.

J - Ella Fitzgerald


JIM HALL - Live! – Um trio de guitarra (Jim Hall), baixo e bateria, arrasando alguns temas clássicos do jazz em um ambiente intimista de casa noturna.

J - 014


MICHEL PETRUCCIANI – Trio in Tokio – Esse álbum é uma paixão recente minha. Músicos fantásticos, repertório idem. Vale conferir. Você pode ouvi-lo inteiro no podcast CJUB (clique no link embaixo da capa do CD)

J - Michel Petrucciani




NAT ‘KING’ COLE – After Midnight – Esse é outro álbum clássico. Meu pai o tinha em LP e foi uma das minhas primeiras audições de jazz. Ouvi quase até furar.

J - Nat King Cole


OSCAR PETERSON – The Oscar Peterson Big 6 – Gravado ao vivo no Festival de Montreux, em 1975, o sexteto é composto por Joe Pass (guitarra), Toots Thielmans (harmônica), Milt Jackson (vibrafone), Niels Henning Oersted Pedersen (baixo), Louis Bellson (bat) e, naturalmente, Oscar Petrson (piano).

J - Oscar Peterson Big 6


OSCAR PETERSON – Exclusively for my Friends – um box com 4 CDs, cujas músicas foram compiladas de uma série de LPs gravados na Alemanha. Uma aula de piano, tanto solo quanto em trio.

J - Oscar Peterson Excl


LESTER YOUNG & TEDDY WILSON – Pres and Teddy – O saxofonista Lester Young encontra o quarteto de Teddy Wilson e tocam um repertório delicioso. A versão de All of Me, na minha opinião, é definitiva, irretocável.

J - Pres and Teddy


Esses são os meus, e você, quais levaria?

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Sítio do Junior no CJUB!

Eis que uma sugestão enviada despretenciosamente ao blog CJUB (clique aqui para conhecer), capitaneado pelo mestre Mario Jorge Jacques, um cara que sabe tudo e mais um pouco sobre jazz, virou tema do seu programa semanal, o podcast CJUB. Ouça o programa clicando no link abaixo:


Boa audição!

Dick Farney

Se há um artista no Brasil que merecia ser mais reconhecido, esse artista é o carioca Farnésio Dutra (1921 – 1987), tido como o primeiro jazzista brasileiro. Claro que com um nome desses jamais poderia tocar jazz (ou qualquer outro tipo de música, convenhamos), daí ter optado por algo mais sonoro, Dick Farney. Era o tempo dos cassinos no Brasil, onde suas apresentações ao vivo viriam a preencher o vazio existente para os apreciadores da música americana.

Coincidindo com a proibição dos cassinos no Brasil, em 1946, Dick Farney foi para os EUA com um contrato para 52 semanas para participação em um programa de rádio na NBC. E não é que deu certo? Logo ganhou dois horários exclusivamente seus na rádio e ainda gravou novidades como Tenderly. Enquanto isso, no Brasil, a gravadora Continental ia lançando a contagotas algumas músicas que ele havia gravado antes de viajar, como Copacabana e Marina.

Apesar de todo seu sucesso por lá, retornou ao Brasil em 1948 sem dar maiores explicações, ou, pelo menos, ninguém levou muito a sério quando ele disse que “não me adaptei à comida” ou “estava com saudades da minha mãe”.

Pianista de primeira qualidade, possuia um toque sutil e foi um grande improvisador. Era também um cantor romântico e sua voz era a sua assinatura. Cantava suave, como se sussurrasse no ouvido da namorada, o que era radicalmente diferente da forma como os demais cantores românticos de então o faziam. Fez parte, sem dúvida, do embrião da Bossa Nova que surgiria alguns anos depois e da qual seria um dos seus grandes intérpretes.

Nas décadas de 60 e 70 excursionou por diversos países e comandou alguns programas de televisão no Brasil, além de ser proprietário de duas boates em São Paulo. Nos seus últimos anos de vida passou a dedicar-se também à pintura.

Dick Farney. Esse nome não pode ser esquecido.

 
 

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Velho bo…

Edison - 023x - Velho bo...

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Gripe x Sorvete

Edison - 0324 - Gripe x Sorvete

domingo, 28 de outubro de 2012

Dia de Ereção

Edison - 0323 - Dia de Ereção

Capricha que esse ano tem segundo turno, vovô!

sábado, 27 de outubro de 2012

Filosofia futebolística

Edison - 0320 - Último passe

Esse pessoal que comenta futebol adora um clichê. Basta alguém achar uma frase “inteligente” que eles sempre dão um jeito de repeti-la ad nauseam dentro ou fora do contexto correto. Uma que eu gosto muito é essa da tirinha. É claro que foi o último passe que deu errado, foi aí que o time perdeu a bola e não pode dar mais nenhum. É mais ou menos como dizer que a gente só acha uma coisa perdida no último lugar em que a procura – claro, quando a gente acha para de procurar… dããã

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A justiça brasileira tarda… mas demora

Uma indústria automobilística foi condenada na semana passada a pagar indenização de $ 124 mil a um cliente prejudicado por defeitos em seu veículo 0km. O sujeito comprou o carro para utilizar como taxi e não conseguia rodar com ele, portanto, não trabalhava, e como não conseguiu pagar as prestações foi incluído na lista de pessoas inadimplentes e… bem, pode-se imaginar o transtorno.

Até aí, tudo bem, justiça feita e coisa e tal, o problema é que o carro em questão deixou de ser fabricado há quase 20 anos! Sim, havia pelo menos 20 anos que esse senhor esperava pelo resultado de sua ação.

Um comentário meu: imagino quanto os advogados envolvidos, tanto da empresa quanto do reclamente, receberam ao longo desses 20 anos. Taxas, honorários, documentos, averbações etc. Deve ter sido muito mais que R$ 124 mil. Se soubessesm disso desde o início, provavelmente nenhuma das partes teria entrado nessa roubada, mas certamente os advogados devem ter aconselhado a não desistir, pois a ação "vai ser resolvida em um mês, no máximo dois…"

Justiça

Não acredita? Então clique aqui.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Surpresa ao espelho

Edison - 0319a - Cabelo preto

Barbosinha

Barbosinha

Recebi essa por e-mail. Sem dúvida a melhor até agora.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Parabéns Universo!

Hoje comemoramos 6.016 anos que o universo foi criado!

James UssherIsso segundo o bispo irlandês James Ussher (1551-1656), que calculou o dia exato da Criação baseado unicamente nos fatos mencionados na Bíblia, estabelecendo que foi em 23 de outubro de 4.004 aC, às 6:00h! Da manhã, imagino, depois Ele tirou o resto do dia de folga.

Ao lhe perguntarem o que Deus havia feito antes disso, Ussher solenemente respondeu: "estava criando o inferno para colocar as pessoas que fazem perguntas como essa."

domingo, 21 de outubro de 2012

Cheirinho de mato

Edison - 0318 - Desodorante

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Espelho - oɥlǝdsƎ

Estou longe, mas não muito, de ter o direito de utilizar os merecidos privilégios concedidos aos idosos. Para deixar mais claro, refiro-me a filas preferenciais, lugares no ônibus, passagens grátis etc. Se por um lado meu RG ainda não me permite isso, tudo indica que a minha aparência está querendo adiantar o relógio.

Por duas vezes nas minhas últimas viagens, fui conduzido por atenciosos funcionários das empresas aéreas para as filas preferenciais. Da primeira vez não entendi direito o que estava acontecendo e fui para a fila indicada, só depois de um tempo é que percebi pelo aspecto dos demais passageiros que eu estava na fila errada. Como já estava quase na minha vez de ser atendido e eu não havia feito de propósito, confesso que usufruí indevidamente do privilégio. Da outra vez, assim que tentaram me conduzir para a fila preferencial, eu recusei para surpresa do funcionário, "mas o senhor não quer ir para a fila preferencial?"

Fica a sensação de que devo cuidar mais da minha aparência. Ou perder a barriga. Vai ver que pensam que estou grávido.

˙opıʌɐɹb noʇsǝ ǝnb ɯɐsuǝd ǝnb ɹǝʌ ıɐʌ ˙ɐbıɹɹɐq ɐ ɹǝpɹǝd no ˙ɐıɔuǝɹɐdɐ ɐɥuıɯ ɐp sıɐɯ ɹɐpınɔ oʌǝp ǝnb ǝp oɐɔɐsuǝs ɐ ɐɔıɟ

"¿ןɐıɔuǝɹǝɟǝɹd ɐןıɟ ɐ ɐɹɐd ɹı ɹǝnb oãu ɹoɥuǝs o sɐɯ" 'oıɹɐuoıɔunɟ op ɐsǝɹdɹns ɐɹɐd ıǝsnɔǝɹ nǝ 'ןɐıɔuǝɹǝɟǝɹd ɐןıɟ ɐ ɐɹɐd ɹıznpuoɔ ǝɯ ɯɐɹɐʇuǝʇ ǝnb ɯıssɐ 'zǝʌ ɐɹʇno ɐp ˙oıbǝןıʌıɹd op ǝʇuǝɯɐpıʌǝpuı ınɹɟnsn ǝnb ossǝɟuoɔ 'oʇısodoɹd ǝp oʇıǝɟ ɐıʌɐɥ oɐu nǝ ǝ opıpuǝʇɐ ɹǝs ǝp zǝʌ ɐɥuıɯ ɐu ǝsɐnb ɐʌɐʇsǝ ɐظ oɯoɔ ˙ɐpɐɹɹǝ ɐןıɟ ɐu ɐʌɐʇsǝ nǝ ǝnb soɹıǝbɐssɐd sıɐɯǝp sop oʇɔǝdsɐ oןǝd ıqǝɔɹǝd ǝnb ǝ odɯǝʇ ɯn ǝp sıodǝp os 'ɐpɐɔıpuı ɐןıɟ ɐ ɐɹɐd ınɟ ǝ opuǝɔǝʇuoɔɐ ɐʌɐʇsǝ ǝnb o oʇıǝɹıp ıpuǝʇuǝ oɐu zǝʌ ɐɹıǝɯıɹd ɐp ˙sıɐıɔuǝɹǝɟǝɹd sɐןıɟ sɐ ɐɹɐd sɐǝɹǝɐ sɐsǝɹdɯǝ sɐp soıɹáuoıɔunɟ sosoıɔuǝʇɐ ɹod opıznpuoɔ ınɟ 'suǝbɐıʌ sɐɯıʇןn sɐɥuıɯ sɐu sǝzǝʌ sɐnp ɹod

˙oıboןǝɹ o ɹɐʇuɐıpɐ opuǝɹǝnb áʇsǝ ɐıɔuǝɹɐdɐ ɐɥuıɯ ɐ ǝnb ɐɔıpuı opnʇ 'ossı ǝʇıɯɹǝd ǝɯ oɐu ɐpuıɐ bɹ nǝɯ opɐן ɯn ɹod ǝs ˙ɔʇǝ sıʇɐɹb suǝbɐssɐd 'snqıuo ou sǝɹɐbnן 'sıɐıɔuǝɹǝɟǝɹd sɐןıɟ ɐ ǝɯ-oɹıɟǝɹ 'oɹɐןɔ sıɐɯ ɹɐxıǝp ɐɹɐd ˙sosopı soɐ sopıpǝɔuoɔ soıbǝןıʌıɹd sopıɔǝɹǝɯ so ɹɐzıןıʇn ǝp oʇıǝɹıp o ɹǝʇ ǝp 'oʇınɯ oɐu sɐɯ 'ǝbuoן noʇsǝ

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Descobriram a senha!

Edison - 0317 - Senha

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Petrópolis Jazz & Blues Festival 2012


Festival 2

Dias 12 e 13 últimos, estive em Petrópolis para ouvir boa música na 2ª edição do Petrópolis Jazz & Blues Festival. Descobri esse festival graças ao blog CJUB Jazz & Bossa e no início nem pensei a sério em ir até lá, mas conversa vai, conversa vem, aproveitei para rever aquela deliciosa cidade do Estado do Rio de Janeiro e fazer um passeio a tempos prometido aqui em casa. O “preço” foi terem que me acompanhar na maratona do festival.

Não vou me estender pela programação completa do festival, a qual você pode encontrar o link abaixo, falarei apenas das quatro apresentações a que eu assisti.

Cricket Taylor (+Big Gilson)

Nascida no Mississipi e criada no Texas, Taylor tem uma presença de palco incrível, sem precisar fazer malabarismos para isso, valendo-e apenas do som da guitarra e sua voz forte. Grande blueseira! Foi acompanhada por outro bluesman de primeira, Big Gilson.

 

Wilson Meireles Trio

O vigoroso baterista Wilson Meireles comandou o trio, que atacou de Samba-jazz.

 

Grupo Foco

O Grupo Foco é composto pelos músicos Marcelo Martins (sax), João Castilho (guitarra), Jefferson Lescowich (baixo) e Renato Massa (bateria), e todos já acompanharam grandes nomes da MPB. É uma pena que o vídeo abaixo não faça juz ao som dos caras.

Yanel Matos

Dos que eu vi, esse cantor, pianista e violoncelista cubano foi o que mais me impressionou. Fera!

 

Além desses, houve apresentações públicas na cidade de Petrópolis, algumas voltadas para as crianças. Muito legal a iniciativa.

Por fim, mas não menos importante, assisti a uma ótima palestra sobre As Raízes e a Formação do Jazz, proferida pelo jornalista (e até então um amigo virtual apenas) Mario Jorge Jacques, o cara que toca o blog CJUB mencionado acima. Infelizmente, as condições da sala em que foi feita a apresentação não ajudaram muito, mas mesmo assim valeu a pena.

Para não ficar só nos elogios, seguem alguns pontos que podem ser melhorados pela organização do festival no próximo ano:

  • mais pontualidade no início das apresentações.
  • o estacionamento anunciado como gratuito ficava em meio a um lodaçal, forçando todo mundo a contratar o serviço de manobrista por R$ 10. Isso no primeiro dia, porque no segundo eles tiveram o desplante de aumentar para R$ 15. Uma sacanagem.
  • educação do público: muita conversa durante as apresentações; não sei o que a organização pode fazer a respeito, mas acho que ajudaria se tirasse os pontos de venda de bebidas de dentro do salão de apresentação.

Ano que vem eu volto!

Site oficial do festival: Petrópolis Jazz & Blues

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Power of We

BlogActionDay2012

O projeto da organização Blog Action Day deste ano tem como tema "Power of we", ou a "Força de todos nós" em tradução livre. A ideia é que os blogs participantes publiquem um post hoje que mostre como a ação das pessoas agindo em grupo alterou de alguma forma uma situação.

O que me parece bastante relevante nos dias atuais é a Lei da Ficha Limpa (LC 135/2010), que nasceu de um abaixo-assinado que recolheu mais de 2 milhões de assinaturas, que torna inelegíveis por oito anos candidatos que tiveram seus mandatos cassados (ou se renunciarem para evitar a cassação), ou forem condenados pela justiça mesmo que ainda haja possibilidade de recurso. Ou seja, cria algumas barreiras para quem quer se candidatar.

Campanha Ficha Limpa                   Ficha Limpa

A ideia da Ficha Limpa surgiu em 1997, mas só virou projeto de lei em 2009, graças a um abaixo assinado feito 2008. Por motivos óbvios, a lei demorou para passar e sofreu algumas mutilações até ser aprovada, mas a partir da presente eleição já está valendo. O incrível é que tenhamos isso somente no século XXI…!

Ainda não é tudo o que queremos, mas é um bom começo. Resta esperar que os eleitos não sujem suas fichas durante seus respectivos mandatos.

"O homem público, ou que pretende ser público, não se encontra no mesmo patamar de obrigações do cidadão comum no trato da coisa pública. O representante do povo, o detentor de mandato eletivo, subordina-se à moralidade, à probidade, à honestidade e à boa-fé, exigências do ordenamento jurídico e que compõem um mínimo ético, condensado pela lei da Ficha Limpa, através de hipóteses concretas e objetivas de inelegibilidade".
Rosa Weber, Ministra do STF

#powerofwe
#BAD12

domingo, 14 de outubro de 2012

Close enough for love

Essa música certamente não é nova, mas eu a conheci há pouco tempo. Não sei quem é o autor, porém essa interpretação do Quarteto de Stan Getz é arrebatadora. Foi amor à primeira audição.

sábado, 13 de outubro de 2012

O(s) fora(s)

Edison - 0314 - Pegava sim!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Dia das Crianças

Edison - 0316 - Dia da Criança

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Torcedor ligado na internet

Edison - 0315 - Ligado na Globo

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Duas de buffet

Buffet? Bufet? Bifê?

Enfim, não importa muito como se escreve essa palavra de origem francesa, o fato é que esses estabelecimentos de terceirização de festas existem em cada vez em maior número. Aqui mesmo na rua onde moro há pelo menos cinco. Nesses buffets, o dono da festa é mais um dos convidados e, desde que não seja um neurótico por organização, não terá grandes estresses e poderá se divertir com os amigos. Há um preço para isso, é claro, não é para qualquer um, mas nem precisa lavar os pratos depois.

O melhor mesmo é em festas infantis, nas quais os pais chegam, deixam seus filhos na porta e voltam algumas horas depois para apanhá-los. E foi isso que fez um amigo do meu irmão. Numa dessas ruas cheias de buffets em São Paulo, ele foi pegar o filho que havia deixado em uma festa e fez o tradicional check up:

- E aí, filho, tava boa a festa?

- Tava… (silêncio)… mas não era a festa do meu amigo…

O pai havia errado o endereço e deixado o filho num buffet vizinho.

Já com uma outra amiga, ocorreu um pouco diferente. Ela e o marido foram à festa de uma amiguinho de seu filho, comeram alguns petiscos, beberam, mas meia hora depois de chegarem ela começou a estranhar a decoração meio em tons de rosa a lilás. Foi checar e a festa correta seria dali a quinze dias. Saíram de fininho…

2012-03-08 Buffet Bella Festa

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Encontro às cegas

Edison - 0313 - Encontro às cegas

domingo, 7 de outubro de 2012

Depressão eleitoral

Edison - 0312 - Eleição depressão

Crimes eleitorais

Boca de urna é crime. Sujar a rua também. Esses são os caras que estão prometendo cuidar das nossas cidades. Imagina depois de eleitos!

01020405

Related Posts with Thumbnails