sábado, 23 de julho de 2011

Todos os olhos–Tom Zé

Em 1973, época brava da Ditadura, era difícil passar até as coisas mais inocentes pela censura. Porém, é como dizem, barram-se as formiguinhas mas o elefante passa. O LP Todos os Olhos, do genial compositor Tom Zé, foi lançado com a seguinte capa.
Todos os olhos

Sim, o olho é isso mesmo o que parece, acrescido de uma bolinha de gude judiciosamente encaixada. Isso é que é deboche!

A música Augusta, Angélica e Consolação é parte do repertório do mencionado LP.

4 comentários:

Mário Júnior disse...

O ânus com uma bolinha de gude.

Vi a Preta Gil no Jô comentando essa capa de LP numa entrevista. :p

Polêmica mesmo!

E sobre a postagem do Casino Royale de 54, fiquei com medo agora.

Postei o nome da Linda Christian ontem e ela morreu hoje.

Espero que Liédson, Jorge Henrique e cia não tenham o mesmo destino dela amanhã... eu tenho nada contra eles! :p

Edison Junior disse...

Não quero assustá-lo mais ainda, mas você é mais poderoso do que pensa... a atriz Linda Christian morreu ontem mesmo, não hoje!

Mário Júnior disse...

No mesmo dia... hum...

Estou aqui repetindo o nome André Rizek enquanto assisto o Seleção SporTV! :p

mara* disse...

Uma das mais polêmicas capas de disco do Brasil. O disco é genial e a capa também. O lado ‘bom’ da ditadura no Brasil foi estimular a criatividade dos artistas para fugir dos censores. A produção musical e artística tinha mais qualidade e se tornou a grande trincheira de resistência aos ditadores. E Tom Zé, um performático da arte, com seu protesto, transgrediu uma época infeliz da nossa história.

Este disco de Tom me fez lembrar de algumas capas horrorosas e controversas. A banda ‘Type O’ Negative’ colocou o ânus do seu vocalista no álbum ‘The origin of feces’. Um horror, que depois foi substituída. Já o álbum ‘Anybody Seen My Baby’ (The Official Black Album) dos Rolling Stones trás escancarado um orgão genital masculino, sabe-se lá de quem.

Beijão

Related Posts with Thumbnails