segunda-feira, 18 de abril de 2011

Multas e radares

Radar 1

Já li muita coisa contra as multas de trânsito. Que são parte de uma indústria de arrecadação. Que existem multas aplicadas em carros que estavam fora do estado. Radares que são instalados em locais sem placas que os identifique. E por aí vai. E agora ameaçam sujar o nome do coitado que não pagar a multa.

Não sou contra a multa propriamente dita, pois quem errou deve pagar. Já levei algumas multas e reconheço aqui, publicamente, que todas foram justas. Acredito ingenuamente que isso ocorra na maioria das vezes, pelo menos é o que se desprende da observação das barbaridades que são cometidas no trânsito. Porém, é certo também que algumas multas são realmente injustas ou mesmo incabíveis.

Mas não pretendo entrar nessa discussão. O que me perturba mais nessa coisa toda, são os chamados radares móveis. Aquelas caixinhas que eles instalam na calçada pela manhã e retiram à noite, após pegar um monte de incautos motoristas. Não me incomoda o radar propriamente dito, mas os “profissionais” que são pagos para ficar sentados numa cadeirinha o dia inteiro vigiando o equipamento. São sempre no mínimo em dois. Sentados lá, o dia inteiro a coçar o saco. Não sei bem por quê, mas fico pocesso. Ô profissão de vagabundo!

Radar 2

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails