quinta-feira, 31 de março de 2011

Corpos ilustres

Vendo na TV as reportagens sobre o funeral do ex-vice-presidente José de Alencar, lembrei-me do enterro de Tancredo Neves. A Carol, filha de nossa vizinha, era pequena ainda e assistia quieta às intervenções dos repórteres espalhados pelo trajo do ilustre defunto:

"- O corpo do Presidente Tancredo Neves sairá às 10:00hs do Hospital das Clínicas com destino ao Aeroporto de Congonhas..."

"- Estamos aqui na Av. 23 de Maio, por onde passa agora o carro de bombeiros com o corpo do Presidente..."

"- O avião presidencial já está a postos para transladar o corpo do Presidente Tancredo Neves para Brasília..."

Nessa altura, a Carol vira-se para a mãe e pergunta intrigada:

- Mas mãe, e a cabeça dele?

Um comentário:

mara* disse...

Eu morava na Av. Brigadeiro Luiz Antonio, e grávida de oito meses, entre milhares de pessoas, acompanhei o cortejo fúnebre de Tancredo. Um silêncio absoluto e respeitoso como despedida.

Related Posts with Thumbnails