domingo, 31 de outubro de 2010

Presidenta ou Presidente Dilma?

Recebi esse texto por e-mail. Como era anterior à eleição de Dilma, editei-o um pouco mantendo, porém, a sua essência. Infelizmente o autor não estava identificado no e-mail (detesto isso):

“Tenho notado, assim como aqueles mais atentos também devem tê-lo feito, que desde a campanha eleitoral Dilma Roussef vem sendo chamada de primeira presidenta do Brasil.

Presidenta?

Mas, afinal, que palavra é essa?

Bem, vejamos:

No português existem os particípios ativos como derivativos verbais.

Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de mendigar é mendicante...

Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é ente.

Aquele que é: o ente.

Aquele que tem entidade.

Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a ação que expressa um verbo, há que se adicionar à raiz verbal os sufixos ante, ente ou inte.

Portanto, a pessoa que preside é “presidente” e não “presidenta”, independentemente do gênero, masculino ou feminino.

Se diz capela ardente, e não capela “ardenta”; se diz estudante, e não “estudanta”; se diz adolescente, e não “adolescenta”; se diz paciente, e não “pacienta”.

Um exemplo (negativo) seria: A presidenta eleganta se comporta como uma adolescenta contenta por ter sido nomeada representanta do povo".


Sendo assim, parabéns Presidente Dilma! E boa sorte para todos nós.


Ou não… (adendo em 01/11/2010)

Pelo que andei vendo as duas formas, “presidente” ou “presidenta”, estão corretas.

Veja aqui: Gabriel Perissé: De presidente para presidenta

E aqui: Thaís Nicoleti: Dilma é presidente ou presidenta?


Confio mais nessas duas últimas fontes do que no e-mail apócrifo, portanto, usar “presidente” ou “presidenta” fica à escolha do freguês. Pessoalmente, prefiro a palavra no masculino, mas pode ser só falta de costume. E mantenho meus votos de boa sorte, afinal, estamos todos no mesmo barco.


P.S. Não aceitarei comentários nesse post, pois já estou de saco cheio de debate político. Dá um tempo, vai!

Sacolas criativas 2

Design Sacola 21

Design Sacola 14

Design Sacola 18

Design Sacola 15

Design Sacola 17

Uma ideia simples e barata de valorizar a marca. É impossível não olhar para a sacola.

Veja outro post sobre sacolas criativas clicando aqui.

sábado, 30 de outubro de 2010

666ª – A sexcentésima sexagésima cesta


660

Essa é minha 666ª postagem no Sítio. Para comemorar, nada como um infame trocadilho.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Tropa de elite 2

Edison - 0106 Tropa de Elite 2

sábado, 23 de outubro de 2010

Cartoons sobre os Mineiros Chilenos

Coletânea de cartoons referentes aos chilenos mineiros recentemente resgatados do fundo da mina. As fontes estão indicadas quando disponíveis.

Alberto Montt – na verdade foram dois cartoons, o da esquerda publicado assim que os mineiros foram descobertos com vida e o segundo após o salvamento:

Mineiros - Alberto Montt (antes e depois do salvamento)

Os dois abaixo têm mais ou menos a mesma mensagem, utilizando como cenário a bandeira chilena. O primeiro é de Angel Boligan e o segundo de Darío Castillejos:

Mineiros - Angel Boligan

Mineiros - Darío Castillejos

Sobre a fé, de Olle Johanson:

Mineiros - Olle Johansson

E o outro lado da história, por Matador:

Mineiros - Matador

Alguns apuros dos mineiros, por Mac:

Mineiros - Mac

E Paz Rudy:

Mineiros - Paz Rudy

E o pessoal saindo. Por Ainslin:

Mineiros - Aislin 

Bish:

Mineiros - Bish 

Não podiam faltar os lances de puro marketing, por Cagle Cartoons:

Mineiros - Cagle Cartoons

E talvez até tivessem alguma razão, de acordo com Dave Granlund:

Mineiros - Dave Granlund

Porém, segundo Peray, nem todos ficaram contentes com o resgate:

Mineiros - Peray - nem todos estão felizes

Tem até um vídeo game (não sei se é real e desconheço o autor). A cada mineiro retirado você ganha um ponto e ele uma mulherzinha esperando fora do buraco:

Mineiros - Desconhecido


Por fim, as duas que eu mais gostei. A ideia de fazer um paralelo do resgate dos mineiros com a descida do homem na Lua, contando inclusive com o suporte da Nasa, é tão boa que dois cartunistas a utilizaram, usando como mote a mesma frase proferida por Neil Armstrong quando lá pisou. A primeira é de Paray:

Mineiros - Peray
E a segunda de Sholmo Cohen:

Mineiros - Sholmo Cohen  

“Um pequeno passo para o homem. Um salto gigantesco para a humanidade”

Para mim, poucas frases refletem melhor o que significou esse resgate.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

A corrupção das Copas de 2018 e 2022 já começou!

De acordo com uma reportagem do Sunday Times, dois membros do Comitê Executivo da FIFA se mostraram dispostos a aceitar dinheiro para influenciar a escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 (candidatos: Inglaterra, Rússia, Espanha/Portugal, Holanda/Bélgica) e 2022 (candidatos: USA, Austrália, Qatar, Japão e Coreia do Sul).

Dois jornalistas do Sunday fingiram ser altos funcionários norte-americanos interessados em atrair a Copa do Mundo de 2022 para os Estados Unidos. Segundo o jornal, um dos representantes da FIFA afirmou que trabalharia pela escolha dos EUA como sede se recebesse a quantia de US$ 800 mil para construir estádios de futebol em seu país. O segundo, um dos vice-presidentes da FIFA, exigiu 1,6 milhão de euros. Para piorar, este segundo ainda declarou que dois outros países candidatos já tinham tentando comprar o seu voto.

Nós preocupados com a campanha "2014 Sem Corrupção" e descobrimos que os corruptos e corruptores já estão trabalhando nas copas de 2018 e 2022! Como eu temia, já é tarde demais para 2014…

2014 sem corrupção

Leia mais em:

http://pt.euronews.net/2010/10/17/sunday-times-revela-proposta-de-venda-de-votos-para-o-mundial-2018/

http://soccernet.espn.go.com/news/story?id=833108&cc=5901

http://www.guardian.co.uk/football/2010/oct/17/fifa-world-cup-2018-2022

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Pelé, 70 anos!

Parabéns, Vossa Majestade!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Campanha eleitoral 2010

chamada 2010Todos os candidatos são feios e bobos!

A propaganda eleitoral é um processo mais de desconstrução da candidatura adversária do que da construção da sua própria. E essa atitude piora a cada campanha. Por isso é até natural que a gente ouça as pessoas falando que vão votar no candidato menos pior ou mesmo anular o voto. Não que Serra e Dilma sejam tudo aquilo que eles pensam que são, mas certamente não são tão ruins quanto um diz que o outro é.

O negócio é jogar pra torcida, dar carrinho na frente arquibancada, correr atrás de bola perdida etc. Vale tudo para agradar a galera. Ver o circo pegar fogo. Não é isso que o povo gosta? É muito mais divertido ver uma corrida de automóveis com acidente ou uma luta de boxe que termina em nocaute, do que uma competição chocha não é mesmo? Prova disso é que o Datena tem muito mais audiência do que todos programas educativos somados.

Por falar em educação, o destaque que eles dão a esse tema é para a construção de Escolas Técnicas, Universidades etc. Claro, isso atinge diretamente aos jovens que votam. Mas... e para o ensino básico (que é o que vai fazer essa p... de país realmente ir para frente), o que vão fazer a respeito? Só dão umas leves pinceladas no assunto apenas para constar. Antes e depois de eleitos. Mais quatro anos perdidos de um trabalho que demora muito a apresentar resultados.

Outra coisa, dentre as aberrações do nosso sistema político está o fato de só termos candidatos de esquerda. Uns mais outros menos, é verdade, mas ambos são apoiados por candidatos tanto de esquerda quanto de direita, sendo que muitos dos que os apoiam têm um passado extremamente comprometedor, tendo sido, apoiados e apoiadores, ferozes adversários há relativamente pouco tempo. Mas você pensa que alguém fica melindrado ou envergonhado? Com tantos conchavos, que sentido fazem os termos esquerda e direita hoje em dia?

Serra lendo a bíblia e Dilma indo à Aparecida do Norte foram duas das cenas mais patéticas, bizarras e demagógicas que já tive oportunidade de assistir. E daí que eles são cristãos (se é que o são mesmo)? Eles são melhores pessoas só por serem cristãos? Responder afirmativamente a essa questão é puro preconceito. Pergunte por aí o que pensam disso os judeus, muçulmanos, budistas, umbandistas etc. Eles seriam piores candidatos se fossem ateus? Claro que não! O problema é que o ateu está pouco se lixando se o candidato reza à noite antes de dormir ou não, mas o eleitor crente se importa. É a ele, e só a ele, que se dirige essa mensagem.

Manterei o meu voto do primeiro turno. Graças à propaganda eleitoral, voto convicto de que meu candidato é apenas o menos feio, o menos bobo e o menos mal apoiado.


Nota1
: o gênero masculino empregado em “o” candidato não significa que meu voto é do Serra. Foi apenas uma generalização, pois o texto pode servir para os dois.

Nota 2: a nota 1 acima não quer dizer que voto na Dilma.

sábado, 16 de outubro de 2010

Pergunta idiota, mas tá no script…

Edison - 0103 Pergunta idiota em entrevista de emprego

Edison - 0104 Pergunta idiota em entrevista de emprego 2

Continuação sugerida pelo Raphael Vaz.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

15/10 - Blog Action Day – Água

O Blog Action Day é uma ação mundial entre blogs para divulgação de um tema de interesse comum. Nesse dia, anualmente, os blogs registrados publicam um post com o tema escolhido, que em 2010 é a água.

Cinco fatos sobre a água:

1) O consumo de água não potável e a falta de tratamento de esgotos é responsável por matar mais pessoas em um ano em todo o mondo do que qualquer forma de violência, incluindo a guerra – são 42 mil mortes por semana, sendo 38 mil crianças.

Água 22) Mais pessoas têm acesso a um telefone celular do que a um banheiro – 2,5 bilhões de pessoas no mundo não utilizam instalações sanitárias; imagine o que isso significa em volume de despejos nos rios e outras possíveis fontes de água para consumo.

3) Todos os dias, mulheres e crianças africanas caminham em conjunto 109 milhões de horas para conseguir água – se isso parece muito, imagina que o caminho de volta é feito carregando o peso de até 20 litros de água.

4) Gasta-se 24 litros de água para a produção de um hamburguer, desde a produção do trigo e a manutençãodo gado até o preparo do hamburguer propriamente dito – não sei se inclui a água da coca-cola que normalmente acompanha o sanduiche.

5) Um americano médio consome cerca de 600 litros de água por dia (tomar banho, cozinhar, lavar as mãos, as roupas, o carro etc.) - isso é 15 vezes mais o que um cidadão do terceiro mundo consome – no Brasil o consumo é um pouco menos de 200 litros por pessoa por dia.

A água é um dos mais valiosos recursos naturais de que dispomos. Use com moderação.

Água 1

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Eleição da melhor falácia

No esforço final de convencimento dos eleitores os candidatos (todos) lançam mão de inúmeros artifícios. Dentre eles estão as chamadas falácias.

Falácia é a argumentação falsa que, embora aparentemente esteja correta, fere os princípios da lógica. Isso não quer dizer que os argumentos utilizados sejam necessariamente falsos. Nessa hora sempre me lembro daquela propaganda da Folha que fala que “é possível contar um monte de mentiras dizendo só a verdade”.

Seguem abaixo alguns tipos de falácia (na verdade, há muito mais) para ajudá-lo na interpretação das propostas de seu(sua) candidato(a).

Exemplo 1: o deputado A rouba, o deputado B rouba e o deputado C rouba, logo, todos os deputados são ladrões. Certo? Errado, embora seja cada vez mais comum pensar assim, trata-se de uma generalização apressada. Nada garante que os demais deputados sejam todos ladrões ou que não haja um sequer honesto.

Exemplo 2: nós vamos à praia, mas não vamos levar o Zé, porque sempre que ele vai chove. Por mais pé frio que o Zé seja, ele não é a causa da chuva, portanto essa argumentação é uma falácia chamada de pot hoc e não é válida do ponto de vista lógico, pois não há relação de causa e efeito.

Exemplo 3: se Alexander Fleming não houvesse saído de férias e esquecido placas com culturas de micro-organismos em seu laboratório, nós nunca saberíamos da existência da penicilina. Falso! Fleming poderia ter descoberto a penicilina em uma outra ocasião, ou mesmo outra pessoa poderia tê-la descoberto. Isso é uma hipótese contrária ao fato.

Exemplo 4: dois homens vão começar uma discussão. Um deles se levanta e diz: “meu oponente é um mentiroso, não é possível acreditar em uma só palavra que ele disser”. Ele desqualificou o oponente, envenenou o poço ao invés de argumentar, antes mesmo que o debate começasse.

FaláciasExemplo 5: um homem vai pedir emprego e o futuro patrão lhe pergunta quais suas qualificações. Ele responde que tem uma mulher e seis filhos, que a mulher é aleijada, as crianças não têm o que comer etc. Ele tentou convencer o empregador despertando sua compaixão, ad misericordiam, e não respondendo à pergunta que lhe foi feita.

Como eu disse, existem dezenas de tipos de falácias, mas você não precisa necessariamente conhecer todas elas, basta saber que elas estão por ai. Os exemplos dados acima podem ter parecido meio tolos, mesmo porque você já os leu sabendo que eram uma pegadinha. Apenas experimente ouvir a argumentação dos candidatos sabendo que também é uma pegadinha.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Você conhece o Rodrigo?

Engano 1 Engano 2 Engano 3

Historinha verídica.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Uma breve história do jazz – Free, Fusion e além

As experiências dos anos 50, a versatilidade de músicos como Charles Mingus (1922-1979) e John Coltrane (1926-1967) e a combinação dos ritmos mais tradicionais do jazz com harmonias mais modernas, culminou no Free Jazz, atonal, sem métrica, sem tempo, com total liberdade. “Eu toco a simples emoção”, declarava o saxofonista Ornette Coleman (1930).

Durante os anos 60 e 70, muitos músicos seguiram essa tendência, inclusive o brasileiro Hermeto Pascoal (1936). Ele é um dos maiores instrumentistas que já apareceram por esse planeta. Tira som de qualquer coisa que não esteja no vácuo - e que som! Ouçam Hermeto e Sivuca interpretando Bebê, do próprio Hermeto, em Montreux. Quem gosta de jazz e música instrumental brasileira tem que ouvir isso.

Ao mesmo tempo, o rock estava se tornando incrivelmente popular e muitos dos novos jazzistas cresceram ouvindo essa música. Foi quase natural a incorporação de elementos do rock em suas interpretações, afinal, o jazz e o rock tinham raízes comuns no blues, gospel e outras.

Um dos primeiros músicos a fundir esses elementos foi o guitarrista Larry Coryell (1943), em seu grupo Free Spirits, formado em 1966. Estava lançado o Jazz-Rock, ou Fusion. Se bem que o termo fusion pode designar também a fusão do jazz com outros gêneros.

Ao mesmo tempo, muitos roqueiros como Jimi Hendrix (1942-1970), Cream, Greatful Dead, Frank Zappa (1940-1993) e outros, começaram a experimentar o caminho inverso, introduzindo elementos do jazz como harmonia e improvisação em seu som.

Miles Davis (1926-1991), que já havia participado de vários movimentos do jazz, como o be-bop e o cool, começou a sentir a necessidade de mudar novamente. Em 1969 lançou o álbum In a Silent Way, com a participação de Joe Zawinul (1932-2007), Chick Corea (1941), Herbie Hancock (1940) e John McLaughlin (1942). Apenas seis meses depois, lançou Bitches Brew, um dos álbuns de jazz mais vendidos até hoje.

Do grupo de Miles sairam vários músicos notáveis que mantiveram seu legado em carreiras independentes, como Chick Corea, por exemplo.

John McLaughlin, com sua Mahavishnu Orchestra. Ao violino, Jean Luc Ponty.

Joe Zawinul, para muitos um dos maiores tecladistas do jazz, com seu grupo Weather Report.

E Herbie Hancock, que com seu álbum Headhunters fez muito sucesso à época.

Um sub-gênero do jazz-rock surgiu a partir do Headhunters, com mais ênfase no funk e outros ritmos mais dançantes. Alguns nomes dessa tendência são a banda Spyro Gyra, Grover Washington Jr. (1943-1999) e Kenny G. (1956). Sim, ele mesmo.

Mas não se preocupem, vou finalizar com o som fusion do baterista Dave Weckl, que tocou com Chick Corea na Elektric Band.

A partir dos anos 90 é difícil definir exatamente para onde foi ou vai cada tendência, mesmo porque os fatos são relativamente recentes e não cabe num levantamento histórico. É melhor deixar a tarefa para outro, daqui a uns 20 anos, já sob uma perspectiva histórica.

Então é isso, termina aqui nossa breve viagem pela história do jazz. Muita coisa teve que ser deixada de fora, mas creio ter atingido o objetivo de dar uma geral em todas as vertentes, ou pelo menos nas mais significativas. Num assunto tão apaixonante, foi inevitável ter me exaltado em alguns momentos e irônico em outros, deixando um pouco de lado a imparcialidade. Salvo esses pequenos escorregões, espero que tenham gostado do resultado final.

Jazz é nóis 

Leia mais em

Uma breve história do jazz – O início
Uma breve história do jazz – O elo perdido
Uma breve história do jazz – The Trumpet Kings
Uma breve história do jazz – O Blues
Uma breve história do jazz – A Era do Swing
Uma breve história do jazz – As Divas
Uma breve história do jazz – O Bebop
Uma breve história do jazz – Cool & Hard Bop

Nota: Essa Breve História foi publicada originalmente no blog Musicólatras.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Google Street View

Finalmente chega ao Brasil o Google Street View, ou melhor chegam as imagens brasileiras do Google Street View. O pessoal do Google sai pelo mundo afora fotografando tudo em 360º e coloca a imagem na internet à disposição de quem quiser ver.

Clique aqui para começar a explorar as imagens: http://www.exploreostreetview.com.br/index.html

Na página de entrada há vários exemplos legais, como a Av. Paulista, Pampulha, Lagoa Rodrigo de Freitas etc. Navegando um pouco você decobre como achar novos lugares.

Se preferir passear fora do país, clique em: http://maps.google.com.br/intl/pt-BR_br/help/maps/streetview/gallery/#7-continents

Ao se escolher um ponto de partida, com o auxílio do mouse você vai se deslocando pra esquerda, pra direita, pra cima, pra baixo, o efeito será tanto melhor quando mais rápido for seu computador, mas mesmo num computador mais lento é só ter um pouco de paciência para esperar o foco da imagem. Um clique duplo dará um zoom na imagem ou o fará se deslocar na direção apontada.

Alguns flagras engraçados são inevitáveis, como os abaixo mostrados. Alguns não são tão engraçados, é verdade, mas mostram a dura realizade das ruas.

Rapaziada brasileira mandando sua saudação pra galera do Google:

Google Street Viewer 05

Google Street Viewer 07

As prostitutas também se manifestam, ora, propaganda é a alma do negócio…

Google Street Viewer 04

Google Street Viewer 06

O cine pornô e um cliente em potencial:

Google Street Viewer 02

Um mendigo (ou bêbado):

Google Street Viewer 03

E até um cara vomitando (eca!):

Google Street Viewer 08

Apesar do cuidado que eles tomam em apagar dados que possam identificar pessoas, placas de carro etc., muita gente vai torcer o nariz para essa novidade, afinal, ninguém gosta de se sentir vigiado. Outra preocupação é quanto ao uso que se pode fazer dessas imagens, mas aí já envolve teorias da conspiração e não estou a fim de falar sobre isso.

Sei lá, relaxa e aproveita a viagem, pode ser divertida.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Não sei o que é pior…

Não sei o que é pior, o Tiririca com 1.300.000 votos ou o Jader Barbalho com 1.800.000.

domingo, 3 de outubro de 2010

Gorgonzola?

Edison - 0101 Gorgonzola

sábado, 2 de outubro de 2010

Título de Eleitor

Terminou a exigência de levar 2 documentos para votar! Agora basta um único documento oficial de identificação com foto, não precisa mais levar seu título. Aliás, se você levar só o título não poderá votar, pois ele não tem sua foto.

Pensando bem, se não precisa do título de eleitor para votar, para quê serve ele? Serve para preencher ficha de emprego, abrir conta em banco, tirar passaporte etc.

Ou seja, o título de eleitor só não serve para votar.

Related Posts with Thumbnails