quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Quando a faixa comunica mal

No final do ano passado penduraram essa faixa na escola onde cumpro fervorosamente meu dever cívico a cada 2 anos:

2010-01-18 Faixa TRE

Associei-a imediatamente à troca anunciada pelo TRE do sistema de identificação dos eleitores em algumas seções, que passará a ser feita através da impressão digital. Procurei no site do TRE alguma informação sobre se a minha seção estaria incluída no recadastramento, mas não havia nenhuma notícia. O melhor que consegui foi o endereço do cartório eleitoral no qual deveria comparecer.

Como eu sou um gato escaldado, muito mais escaldado do que gato, peguei também o número do telefone do cartório e liguei para saber do quê se tratava, que documento deveria levar, essas coisas.

Para minha surpresa, me informaram candidamente que esse aviso era dirigido apenas aos eleitores que gostariam de alterar o seu local de votação, ou seja, provavelmente uma minoria dos que votam lá. Controlei-me para não xingar a atendente, afinal ela não tinha qualquer culpa.

Ora, será que era muito difícil deixar isso mais claro na faixa?

2 comentários:

Waldomiro Lessa disse...

Isto é Brasil de analfabetos funcionais com presidente idem

Fernando J. Pimenta disse...

Com certeza se poderia ter colocado uma faixa mais informativa! E foi ótimo ter se controlado para não xingar a atendente - minha mãe sempre xinga, e eu irremediavelmente tenho de repetir o bordão "a atendente não tem nada a ver com isso...".

Related Posts with Thumbnails