quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Reporter Aéreo


Reporter aéreo
- E aí, Hélio Kóptero, como está o trânsito na cidade neste momento?

- Excelente! Tem carro por toda parte! Tudo parado! Punk! Caótico! Maravilhoso! Meu emprego está garantido por mais um bom tempo! Viva!

(da série “profissões que vivem da desgraça dos outros”)

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Como surgem os caga-regras

Não existe formação específica para cagar regras. Não há vestibular, faculdade, sequer curso técnico. É quase um processo de geração espontânea dentro da organização.

Quando surge uma necessidade, como no caso da implantação de programas como ISO 9000, por exemplo, os potenciais caga-regras são "voluntariamente" pinçados pela gerência da empresa dentre os empregados que estavam mais ou menos desocupados no momento. Se possível, escolhem aqueles com perfil altamente burocrático, pois essa é a principal característica da atividade de cagar regras. Outro critério adotado pelo chefe é escolher um cara que ele não goste ou que tenha problemas de relacionamento com os colegas. Ter exercido a função sobre a qual irá legislar é desejável, porém não mandatório, pois tal qual deputados e senadores, o caga-regras pode legislar sobre tarefas as quais não ele tem a mínima idéia de como devem ser executadas.

Ao lhes ser atribuída a nova função, os futuros caga-regras continuam exercendo sua função anterior em meio expediente, mas aos poucos vão se distanciando da organização principal, constituindo um mundo à parte, não apenas desfalcando sua área antiga de um funcionário (ele próprio), mas também criando procedimentos que geralmente aumentam o serviço dos que ficaram, os carregadores de piano, os quais passarão a detestá-lo por isso. Como a chefia também não gosta muito dele, caso contrário não o teria designado para tão abjeta atividade, tampouco lhes concede aumentos de salário. Portanto, caga-regras costumam ganhar muito mal.

Por outro lado, alguns poucos caga-regras destacam-se em sua função, demonstrando um amor tão incondicional pelos procedimentos que acabam promovidos a... auditores.

Gráfico atividades - Caga-regras
A meta da organização caga-regra é que todas as atividades da empresa possam ser descritas de tal maneira que qualquer imbecil com salário mais baixo, que saiba ler instruções simples, possa fazer o serviço de um empregado muito mais experiente (e com salário mais alto).

Leia a primeira parte desse texto em Governança Corporativa.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Essa você não conhece!

Fuçando por curiosidade a prateleira de bebidas de um mercadinho de bairro, topei com a incrível Pippermint Totus!

Foto-0249

Não me alongarei em desnecessários comentários. Deixarei que o rótulo da bebida fale por si mesmo:

O licor Pippermint “TOTUS”, elaborado á (sic) base de “menta piperita”, cujas excepcionais e benéficas qualidades são sobejamente conhecidas, é produzido sob o mais rigoroso escrúpulo, apresentando todas as características dos seus similares estrangeiros. Graças a suavidade de seu paladar e ao seu agradabilíssimo aroma, o PIPPERMINT “TOTUS” se apresenta com um dos mais finos licores, recomendando-se principalmente pela excelente e benéfica disposição que proporciona, quer tomado puro, quer empregado como base de “drinks” ou ainda como refrigerante, acompanhado de soda, o PIPPERMINT “TOTUS” se destaca inconfundivelmente graças a excelência de sua fina preparação, que obedece aos modernos preceitos da arte de destilar, refletindo assim o alto padrão de qualidade que caracteriza invariavelmente os Produtos “TOTUS”.

Menta piperitaOs similares estrangeiros que se cuidem!

Compre e me convide para um gole, pois eu não tive coragem de empatar R$ 7,95 na bagaça.

A propósito, quem quiser conhecer as sobejamente conhecidas qualidades da menta piperita, a simpática plantinha da foto ao lado, é só clicar aqui.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Arte-moleque

Alguma coisa muito feia e sádica dentro de mim acha engraçado um par de sapatos pendurados na fiação elétrica. Me faz imaginar um moleque sacana pegando o calçado, dando nó nos cadarços, arremessando em direção ao fio e rindo a valer com a travessura.

Sei, do outro lado da “brincadeira” pode haver outro moleque que ficou sem seu tênis ou sapato. Eu jamais teria coragem de fazer isso com alguém e fico até com vergonha de achar engraçado. Prefiro pensar que era um sapato velho largado no meio fio.

Tirei a foto abaixo ontem aqui perto de casa. A quantidade de calçados deve ser algum recorde digno do Guinness, e olhe que só consegui enquadrar metade dos que estavam pendurados!

200912-21 Arte moleque

domingo, 20 de dezembro de 2009

Governança corporativa

Depois dos escândalos financeiros no mercado americano no início desta década, foi aprovada por lá a lei Sarbanes-Oxley, ou SOX, cujo nome vem de seus dois autores, o senador democrata Sarbanes e o republicano Oxley. Essa lei cria mecanismos de auditoria e segurança para as empresas, tornando-as transparentes para o mercado, leia-se acionistas, restaurando-lhes a confiança no sistema. Todas as empresas americanas estão sujeitas a ela, inclusive suas filiais em outros países.

Realmente, é muito saudável que se tenha mecanismos como esse, mas resulta daí uma paranoia corporativa em que não se dá um peido, por menos fedido que seja, sem ter um procedimento específico para isso e uma pasta com as evidências de que o dito procedimento foi cumprido.

São tantas as amarras, regras e procedimentos, tantos os auditores e fiscais, que às vezes tem-se a impressão de que as tarefas dos empregados da empresa se distribuem conforme o gráfico abaixo:

Gráfico atividades

Ou seja, um terço dos empregados passa seu dia a cagar-regras, outro terço a auditá-las e o terço final a produzir alguma coisa para a empresa, justificando a existência dela e a dos primeiros dois terços. Não fosse por isso, já tinham acabado com os carregadores de piano também.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Jamais nos esqueçamos disso

O Sr. Ben Abraham sobreviveu aos horrores de vários campos de concentração nazistas na 2ª Guerra Mundial, incluindo Auschwitz, e desembarcou no Brasil em 1951. Hoje é um dos vice-presidentes mundiais da Associação dos Sobreviventes do Nazismo e preside a Associação Brasileira Beneficente dos Israelitas Sobreviventes da Perseguição Nazista. Ele faz parte de uma minoria de sobreviventes que se empenha em manter viva a memória do Holocauso em livros e palestras:

“Noventa por cento dos que passaram por campos de concentração tentaram esquecer. Quando se perde a condição humana, em que uma batata podre boiando em um esgoto é levada imediatamente à boca, é tarefa cruel manter a memória acesa.”

Extraído da reportagem “A ferida não cicatriza”, de Miriam Sanger, publicada na Revista do Brasil, nº 42, de dezembro de 2009.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Sabe por que Papai Noel não existe?


KarinaBacchiMamaeNoelPorque é homem.

Dá para acreditar que um homem vai se preocupar em escolher o presente de cada pessoa da família, ele que nem compra as próprias meias?

Que vai carregar nas costas um saco pesadíssimo, ele que reclama até para colocar o lixo no corredor?

Que toparia usar vermelho, dos pés à cabeça, ele que só abandonou o marrom depois que conheceu o azul-marinho?

mcfarlane-mrs_claus01Que andaria num trenó puxado por renas, sem ar-condicionado, direção hidráulica e air-bag?

Que pagaria o mico de descer por uma chaminé só para receber, em troca, o sorriso das criancinhas?

Ele não faria isso nem pelo sorriso da Luana Piovani!

Mamãe Noel, sim, existe.

Quem sabe quem é a melhor amiga do Melocoton, a diferença entre a Mulan e a Esmeralda, quem conhece o nome de todas as Chiquititas, quem merecia ser sócia-majoritária da Superfestas?

Não é o bom velhinho...

KrisMamaeNoelQuem coloca guirlandas nas portas, velas perfumadas nos castiçais, arranjos e flores vermelhas pela casa? 

Quem monta a árvore de Natal, harmonizando bolas, anjos, fitas e luzinhas, deixando tudo combinando com o sofá e os tapetes?

E quem desmonta essa parafernália toda, no dia 6 de janeiro?

Papai Noel ainda está de ressaca no Dia de Reis.

Quem enche a geladeira de cerveja, coca-cola e champanhe? Quem providencia o peru, o arroz à grega, o sarrabulho, as castanhas, as rabanadas, o musse de atum, as lentilhas, os guardanapinhos decorados, os cálices lavadinhos, a toalha bem passada e ainda lembra de deixar algum disco meloso à mão?

mamae-noel-natalQuem lembra de dar uma lembrancinha para o zelador, o porteiro, o carteiro, o entregador de jornal, o cabeleireiro, a diarista?

Quem compra o presente do amigo-secreto do escritório do Papai Noel?

Deveria ser o próprio, tão magnânimo, mas ele não tem tempo para essas coisas. Anda muito requisitado, como garoto-propaganda.

Enquanto Papai Noel distribui beijos e pirulitos, bem acomodado em seu trono no shopping, quem entra em todas as lojas, pesquisa todos os preços, carrega sacolas, confere listas, lembra da sogra, do sogro, dos cunhados, dos irmãos, entra no cheque especial, deixa o carro no sol e chega em casa sofrendo porque comprou os mesmos presentes do ano passado?

Por trás do protagonista desse mega evento, chamado Natal, existe alguém em quem todos deveriam acreditar mais.

Uma mulher!
Luana 1

Recebi esse texto apócrifo por e-mail. Achei legal e inseri umas fotos para ajudar na reflexão dos leitores homens deste blog, a quem ofereço, de quebra, o sorriso da Luana Piovani.

Glossário: segundo quem me mandou o e-mail, sarrabulho é um prato típico da culinária portuguesa. É um guisado (cozido) a base de miúdos de porco. Alguns fazem com miúdos de frango.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Feliz Natal, mas…


… antes de sair ou dormir, apague as lampadinhas da árvore.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

A notícia

Historinha ligeiramente verídica que aconteceu outro dia com uma amiga:

Edison - A notícia 1 Edison - A notícia 2 Edison - A notícia 3Edison - A notícia 4

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Clima em Copenhague

Começou a conferência mundial sobre mudanças climáticas, a chamada COP15.

Logo na entrada, bem humorados ativistas montaram dois pórticos, um para quem optasse pelo aquecimento global e o outro para quem preferisse tentar reverter o quadro. Pelo que ouvi no rádio, todos optaram pelo pórtico “do bem”, embora a foto abaixo desminta um pouco essa versão.

Copenhague 01

Ainda tenho minhas dúvidas com relação à mudança climática ser totalmente provocada pelo homem ou ser um episódio normal na inconstância que é o clima terrestre nos últimos 4,5 bilhões de anos. Em todo caso, sigo economizando sacolinhas plásticas, segregando meu lixo e andando a pé sempre que posso. Sei lá, não custa tentar.

Veja o filme de abertura da conferência.

Boa sorte para nós.


P.S. A delegação brasileira é a maior da conferência. Se todos os países levassem uma delegação igual, seriam necessários 9 vezes mais lugares dos que o existentes. Isso demonstra a preocupação do Brasil com o tema. Só não entendi por que foram os candidatos à presidência e justo o Ministro do Meio Ambiente, Celso Minc, ficou por aqui… talvez isso não tenha muita importância mesmo.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Metas natalinas

Meta natalina.jpg

Cartum recebido pela internet.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Sorteio das chaves da Copa

Sorteio Copa

Pois é… ai… o Brasil… hum… joga… Charlize Theron… então… Portugal… hum… vermelho da cor do blog… ahn… na chave… tsc, depois eu leio no jornal.

Related Posts with Thumbnails