segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Bilu bilu

Edison - Que zona!

Piadinha redesenhada.

sábado, 28 de novembro de 2009

Propaganda danosa

image"A persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado"

"Xxxxx é um remédio, seu uso pode provocar efeitos colaterais"

"Yyyyy não é recomendado em caso de suspeita de dengue"

Estes assutadores avisos são emendadados obrigatoriamente nas propagandas de remédios como analgésicos, xaropes, anti-ácidos etc. Enfim, remedinhos que eu e você compramos na farmácia sem qualquer problema. É a chamada automedicação.

Claro, ninguém vai ao médico a cada vez que tem sinais de resfriado ou dor de cabeça, principalmente se não for a primeira vez que apresenta os sintomas. Todos temos nossa cota de remedinhos "inocentes" para os males pequenos e velhos conhecidos. Às vezes até alguns menos inocentes, aqueles de tarja vermelha que deveriam ter sido recomendados por um médico, mas as farmácias nos vendem numa boa.

De qualquer forma, a automedicação é uma prática condenada por qualquer autoridade médica que se preze. Pode criar resistência no caso de antibióticos ou esconder doenças mais graves em outros casos.

Daí me pergunto: se isso é tão danoso assim, por que permitir as propagandas de remédios? As mensagens acima, muitas vezes lidas em velocidades supersônicas que as tornam ininteligíveis, servem ao seu propósito?

Eu tenho cá comigo que não. São apenas uma forma politicamente correta (odeio essa expressão, mas cabe aqui) de alertar contra um perigo potencial. Da mesma forma que fizeram com o cigarro, que no fim acabaram proibindo a propaganda pura a simplesmente.

Ou então obriguemos outros produtos, alguns até mais letais que a aspirina, a ser acompanhados de avisos dos seus efeitos colaterais:

- Investimentos: “esse investimento envolve risco, consulte a seção ‘risco’ no site xxxxxxx” (esse existe de verdade)

- Computador: “o uso desse equipamento pode causar dependência”

- Automóveis: “seu uso por pessoas inabilitadas pode causar acidentes”

- Camisinha: “essa camisinha comprovadamente não fura, não deve ser usada como desculpa para falta de cuidado”

- Celulares: “o uso contínuo de celulares provoca faturas de valores elevados”

- Cônjuges: “não é recomendado para quem tem suspeita de alergia de sogras”

- Novelas/BBB: “não deve ser utilizado como instrumento de tortura e alienação”

- Chocolate: “engorda”

E muito cuidado com a clareza dos avisos! Senão acontece que nem na empresa que eu trabalho. De tanto ouvir que deveria fazer sexo com segurança, uma funcionária foi flagrada transando com o chefe da guarda. Ambos foram despedidos.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

“Dear Junior,

I was very sad to know that you were so disappointed with me regarding US position on the goals of CO2 emission reduction on the next worldwide environmental conference.

I simply had no idea that this reduction was so important to the world environment until I read your post  (Um dia volta pra você).

Thus, I gave immediate orders to my assessors to take to Copenhague the goal of 15% reduction until the year of 2020. I hope that you consider this goal good enough to start.

I thank you very much from the bottom of my heart. You saved my government.

Truly yours,

B.O.”

Resposta do Junior:

“Great, BO, but make it 17%, ok?”

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Viajando em família

Essa história é verídica e passou-se com um amigo meu, o grande e saudoso Pedro Roberto, uma vez quando viajava com sua mulher e filhos pequenos e irriquietos depois de algumas horas dentro do carro…

Edison - Pedro Roberto

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Um dia volta pra você

No próximo mês, em Copenhague, reunem-se os grandes líderes mundiais para tratar do meio ambiente, ou mais exatamente, em formas de diminuir as consequências das mudanças climáticas. Infelizmente, onde quer que eu leia sobre o assunto, tudo indica que essa reunião está destinada ao fracasso.

Os maiores poluidores do mundo, EUA e China, não estão dispostos a se comprometer com a redução de emissões de dióxido de carbono (CO2). Já se esperava isso da China, mas dos EUA, especialmente de Obama, que alguém disse ser o primeiro presidente verde dos EUA, eu sinceramente esperava mais. Ok, I am so naïve.

Em clima de campanha eleitoral, do Brasil irão os três candidatos mais fortes das próximas eleições presidenciais, Dilma, Marina e Serra, todos obviamente querendo tirar uma casquinha.

A proposta que o Brasil leva é a mais ousada: redução de quase 40% das emissões. Na verdade há uma pegadinha aí. O governo está chamando isso de “compromisso voluntário” e não de meta. Cada um tira a sua conclusão. A Marina, por exemplo, não gostou.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Charada infantil

Edison - Pegadinha

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Papai com função soneca

6:00
- Bom dia, filho! São seis horas!
- Ahn?

6:10
- Oi, filho! Tá na hora.
- Tá…

6:20
- Levanta, filho, você vai perder a hora!
- Já vooou, pera um pouquinho…

6:30
- Filho…
- TÔ ACORDADO, PAI!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Adão e Eva

Edison - Adão e Eva 1 Edison - Adão e Eva 2 Edison - Adão e Eva 3 
Edison - Adão e Eva 4
Edison - Adão e Eva 5

Piadinha pescada na internet e desenhada por mim.

Curiosidade: procurando uma figura para fazer o quadro, achei essa mesma piada em versão portuguesa: clique aqui.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A profissão mais antiga do mundo

Diz a sabedoria popular que a prostituição é a profissão mais antiga do mundo. Pode ser, se entendermos o sexo como moeda de troca para obtenção de favores, mas afirmar que essa atividade desde o início já era uma profissão, talvez seja exagero.

Então, qual será realmente a profissão mais antiga do mundo? Terá sido algo da época das cavernas?

Seriam as donas de caverna as primeiras profissionais? Certamente é um bom palpite, pois as mulheres ficavam em casa enquanto os homens caçavam (eram muito chovinistas nossos ancestrais), mas não é bem o conceito de profissão que procuramos aqui, mesmo porque considerar “dona de casa” como profissão é algo muito recente em nossa história.

Então são os caçadores? Não creio. A caçada era uma habilidade natural e uma necessidade básica da sobrevivência dos hominídeos, além disso não é bem uma profissão até hoje.

Médicos? No início, mais do que profissão, a atividade dos curandeiros misturava-se à religião, quando não eram considerados deuses, eram os diabos em pessoa. Ora, pensando bem, até que não mudou muito.

O mesmo pode-se dizer com relação aos advogados, excluindo-se a parte referente à deificação do profissional, pois isso nunca aconteceu.

E a engenharia? Quem construiu as primeiras casas quando não havia cavernas disponíveis? Os primeiros engenheiros eram sem-cavernas que construíram seus abrigos empilhando galhos, folhas etc. Os que não morreram soterrados, em breve receberiam encomendas de pessoas que lhes pudessem pagar (pouco).

Fazedores de roupas e calçados, tratadores de animais, lavradores… Não, nada disso. Assim como os caçadores, toda a gente sabia como realizar essas atividades e tinha tempo para isso. Até que apareceu alguém com poder suficiente para contratar o serviço, o quê lhe possibilitava ficar no aconchego de sua toca enquanto outro fazia o serviço por ele.

Ora, qualquer dessas hipóteses acima pressupõe que havia alguém disposto a pagar pela tarefa, ou seja, um cliente ou um chefe. Cliente não é profissão. Chefe é.  E, finalmente, esse exercício abobrinhorístico nos leva à conclusão que a primeira profissão pode ter sido a de chefe!

No entanto…

… antigos registros em cavernas na França dão conta que o primeiro chefe era chamado de filho da puta pelos primeiros empregados. Portanto, já existiam putas. Não sei não, mais uma vez acho que vence a sabedoria popular.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Hey Jude!

Hey Jude

Clique para ouvir a música:

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Poupatempo

Muita gente reclama do Poupatempo, ou Tomatempo, de acordo com as más línguas.

Certamente existem muitas coisas a serem melhoradas no serviço, como por exemplo, algumas pessoas reclamam ter esperado por 6 horas até obter sua cédula de identidade.

Porém, para quem, como eu, que já esperou as mesmas 6 horas numa delegacia, sem ar-condicionado, tendo chegado às 5:30hs da manhã para conseguir lugar, para só receber o documento 60 dias depois, sair com o RG no mesmo dia pode ser considerado de milagre.

Pois bem, confesso que gosto do serviço deles, mas não chego ao ponto do camarada que compôs um hino ao Poupatempo!

Notem a beleza dos versos, a métrica primorosa e a melodia, que ainda por cima gruda na cabeça. Cantem comigo: Queeeeem uuuuuuuuuusar, só vai elogiar…

Fonte: Blog do Curioso

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Briga de casal #10: Consulta médica

Edison - Beber socialmente

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Taí uma grande verdade!

Todo grande cobrador é um mau pagador.

(frase do pai de um amigo meu)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Briga de casal #9: O presente

Edison - Dia dos Namorados

domingo, 1 de novembro de 2009

O Lutador

Related Posts with Thumbnails