quarta-feira, 30 de setembro de 2009

E o Pelé, hein!

Chamar o Michael Jordan de Michael Jackson… essa foi boa!

Deve ser algum problema que ele tem com os Michaels, pois de outra vez distraiu-se na hora de dar a bandeirada da vitória para o Schumacher, no GP de Formula I do Brasil, e ele passou em branco.

Se essa farra de Pans, Copas e Olimpíadas continuar, é melhor avacalhar de vez e aderir à campanha d’Os Geraldinos pela realização dos Jogos de Inverno de 2018 em Cuiabá (clique aqui). Haja CPMF CCS!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

A festa do Nono

Essa é uma história real contada pelo Sérgio, colega do blog Placas Ridículas, ao qual recomendo uma visita.

O fato aconteceu no aniversário de 95 anos do avô dele.

“Para variar, uma nora, ou melhor, mulher de um neto, é quem estava com a corda toda, cuidando da festa, inventando chapeuzinhos, cantos, danças, comidas e bebidas. Em um certo momento, como o velho estava emburrado lá no banquinho dele, chega-se a tal nora…”

Edison - Festa do Nono

domingo, 27 de setembro de 2009

Talentos corporativos

Edison - Talentos corporativos

Piadinha corporativa desenhada.

Dicas de leitura 27/09/09

Blogs:
Blog do Curioso: Que profissão se dá melhor na cama

Humor
:
Tirinhas do Zé: Palavras cruzadas
Peido de Véia: Coma de graça no McDonalds

Esportes:
Os geraldinos: Cuiabá 2018 – campanha para realização do Jogos de Inverno de 2018 em Cuiabá

Sites:
Mundo Perfeito: Gerador de Novelas de Manoel Carlos – experimente também o Gerador de Músicas dos Tribalistas – muito engraçados!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Prédio altos

O site Gizmodo publicou um artigo curioso sobre a altura dos maiores edifícios do mundo, simulando a construção da torre Burj Dubai em Nova Iorque. Veja como ela se compara ao Empire Estate Building:

Burj-Dubai

O mesmo site colocou um gráfico comparativo com a silhueta dos mais altos edifícios do mundo, no qual eu acrescentei o Edifício Itália, o mais alto de São Paulo, e o prédio onde eu moro.

Altura de prédios

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Music In the Key of Oscar

frontBaixei na semana passada um DVD de Oscar Peterson, chamado “Music in the key of Oscar”. Anos  atrás, em tempos pré-internet e pré-DVD, consegui a duras penas esse filme em VHS (ah, agora já não parece tão feio meu recente ato pirata).

O filme gira em torno de um show feito em 1992 por Oscar e dois de seus primeiros parceiros de trio, o baixista Ray Brown e o guitarrista Herb Ellis. Costura entre os preparativos e o show propriamente dito, filmagens da década de 50 do mesmo trio e com outras formações com que Oscar tocou. Desfilam pelo DVD nomes como Ella Fitzgerald, Dizzi Gillespie, Nat King Cole e por aí vai.

E, melhor ainda que isso, traz casos deliciosos, muitas vezes tristes, de um capítulo importante da história do jazz e, por que não, do próprio século XX, nos EUA.

Conta Peterson que, enquanto ainda era um pianista da noite, conhecido apenas no Canadá, o produtor americano Norman Granz, que promoveu os primeiros festivais de jazz, como o JATP – Jazz At The Philarmonic, em que reunia alguns dos melhores músicos de jazz para tocar em grandes teatros, tomou um taxi em Montreal para ir ao aeroporto. No caminho, o rádio do carro tocava uma música que o encantou, levando-o a perguntar ao motorista que gravação era aquela. “É Oscar Peterson - repondeu ele - e não é gravação, é ao vivo”. “Então esquece o aeroporto, leve-me ao teatro!”, ordenou Granz. Nascia aí uma grande amizade e parceria.

As histórias tristes ficam por conta dos episódios de racismo que ele e seus companheiros negros de banda enfrentaram. Ainda no Canadá, havia um espectador que frequentava seus shows por várias noites seguidas. Descobriu-se que ele vinha de longe para ouvir a música. Ao término de um dos shows, Oscar levantou-se e foi cumprimentar o fã, estendendo-lhe a mão. O homem virou-se e disse: “adoro ouvi-lo tocar, mas não posso dar-lhe a mão”.

Nos hoteis onde o pessoal do JATP se hospedava, era comum imporem resistência  para receber aquele “bando de negros”. Esse preconceito, embora evidentemente sem o mesmo impacto, Herb Ellis também enfrentou, pois foi muito questionado em sua capacidade de interpretar jazz sendo ele um músico branco.

Oscar Peterson não compôs muito, e uma de suas músicas fala justamente sobre racismo. Foi composta no início dos anos 60, no auge dos discursos de Martin Luther King, e chama-se Hymn to Freedom.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Sorvete

Flocos 2 Li em algum lugar que Walt Disney, enquanto era criancinha pobre lá em Barbacena, sonhava um dia ter dinheiro suficiente para ter uma sorveteria. Dito e feito. Já devidamente endinheirado graças a Mickey e companhia, instalou em plena sala de sua casa uma sorveteria completa com a qual se divertia preparando sorvetes para seus amigos.

Lembrei-me dessa história hoje, pois 23 de setembro, além de início da Primavera, é também o Dia do Sorvete. A bem da verdade, eu sempre me lembro dessa história, porque eu também adoro sorvete.

Segundo dados da ABIS (Associação Brasileira da Indústria do Sorvete), o brasileiro consome em média 4,8 litros de sorvete por ano. Ocupamos a 11ª posição mundial, muito atrás da Nova Zelândia e EUA, com mais de 20 litros por pessoa por ano, o quê, confesso, é mais próximo ao meu “padrão” de consumo.

Então, em homenagem ao Dia do Sorvete, ofereço ao meu fiel leitor um sorvete de flocos, meu sabor favorito.

Flocos 3

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Entrevista de emprego

Edison - Entrevista de emprego

Piadinha desenhada.

sábado, 19 de setembro de 2009

Natureza sensual

Comprei esse tomate hoje no sacolão. Deve estar muito gostoso!
2009-09-19 - Tomate gostoso

Dicas de leitura 19/09/09

Vi isso em outros blogs e achei legal, por isso copio a ideia sem a menor intenção de ser original.

Segue uma lista de coisas legais que vi recentemente na internet. É só clicar no link.

Blogs:
- Contraditorium - Norton I, o imperador dos EUA
- Travessia do Iatã: Glutão Gourmet
- Blog do Curioso: Se o cinema ainda fosse mudo

Humor:
- Tirinhas do Zé: Dra. Lúcia – Sexóloga
- Tiras do Euricéfalo: Pac-man

Esportes:
- Victor Birner: Fama rende mais que futebol de verdade

Sites:
- The Manahatta Project - explore a ilha de Manhatan ao longo da história
- Brasil 360° – diversos lugares do Brasil fotografados em 360°
(não perca em especial o da Av. Ipiranga x São João, ao som de Caetano Veloso)

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

O primeiro sutiã a gente nunca esquece

A mulher, quando põe. O homem, quando tira.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Classificados

Classificados - velhinho de programa.jpg

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Será um sinal?

Coincidência ou não, recebi hoje um e-mail de minha grande amiga Sueli, que espero em breve dê as caras por essas bandas, com um texto de Tom Coelho, chamado “Sinais de Desmotivação”.

Logo no primeiro parágrafo encontro:

“O entardecer do domingo oferece uma sensação de angústia diante do início de mais uma semana de trabalho que se avizinha. Você logo imagina o desconforto de levantar-se cedo e encarar um pesado trânsito – ou transporte público lotado – até sua empresa, onde reencontrará colegas com os quais mantém um relacionamento superficial, caixa de entrada cheia e reuniões intermináveis que parecem não levar a ações concretas.”

Será um sinal?

domingo, 13 de setembro de 2009

Segunda-feira

Cartuns clássicos 03 Não conheço ninguém que goste de segundas-feiras. Na melhor das hipóteses, o cidadão é indiferente a elas. Claro, podem existir algumas pessoas cujo negócio, por qualquer razão, colha melhores frutos nesse dia da semana, mas são exceções que confirmam a regra.

“A única qualidade de uma segunda-feira é o fato de ser o dia da semana mais longe da próxima segunda-feira”.

Li isso em algum lugar e assino embaixo.

Nesse sentido, gostaria de enaltecer o ano de 2009, que tem 4 feriados caindo justamente nesse nefasto dia: 7 de setembro, 12 de outubro, 2 de novembro e 25 de dezembro.

Em tempo, me ocorre que aposentados devem gostar de segundas-feiras. E pelo mesmo motivo que sempre as detestaram. Que delícia deve ser atravessar o domingo à noite sem ficar ansioso por antecipação, acordar na segunda de manhã, lembrar do tempo em que tinha que acordar cedo para ir ao trabalho, virar pro lado, lembrar dos amigos, sorrir e voltar a dormir. Ou levantar cedo para aproveitar o maravilhoso dia que se inicia.

sábado, 12 de setembro de 2009

Na ponta do lápis

Uma vez escrevi sobre a escolha que fiz de utilizar sacolas de feira ao invés dos saquinhos de supermercado (clique aqui para reler) e da grande economia de tempo que tenho com essa operação.

Resolvi mandar essa história por e-mail para o Prof. Marcos Silvestre, que dá dicas de economia na Rádio BandNews FM. E não é que ele leu no ar? Ouça aqui.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Abluções matinais

Edison - Incômodos

Oba! Descobri mais um site para desenhar piadinhas!

Nabor Bulhões

Não sei se classifico em “nomes esdrúxulos” ou em “cacofonia”, mas esse é o nome do advogado do Governo Italiano no caso Battisti.

Borbulhemos, pois!

Mulher gosta de comprar sapato apertado

Sapatos Confirmando uma antiga intuição minha, uma pesquisa britânica publicada no site da BBC revela que mais de 1/3 das britânicas, ou mais precisamente 37% delas, confessaram que um dia já compraram um sapato que lhes incomodava os pés só porque estava em liquidação. O que me surpreendeu, confesso, foi saber que entre os homens o percentual chega a 17%.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Cuidando das crianças

Edison - Cuidando das crianças

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Impostos

Eu fui contra a extinção da CPMF, o famoso “imposto do cheque”. Era um imposto que, se usado de maneira séria (ahahaha), teria trazido reais benefícios para o país. E não me refiro apenas ao dinheiro que pingava na saúde (ahahaha), mas à possibilidade que se tinha de obter um retrato da movimentação financeira no país.

O percentual cobrado de 0,38% sobre cada cheque, saque, transferência etc. que fazíamos, mais do que o valor relativamente pequeno que representava, sinalizava aos espertos computadores da receita todas as movimentações financeiras que são feitas no país pela via bancária. Tanto as honestas quanto as desonestas. E daí? Quem não deve não teme.

Economistas provam por A mais B que o 0,38% é um imposto acumulativo que no fim representava um aumento real no preço de todas as coisas de pelo menos 5%. Pode ser, mas o mal já estava feito. Tiraram o imposto e a única diferença que eu vejo são os 0,38%. Cadê os meus 5% de volta?

Pois bem, agora querem colocar a CCS no lugar. Não gostei. Do lado bom, fica a chance de monitorar movimentações ilegais de dinheiro. Do lado ruim, a repetição de um filme que já assistimos. Mais aumento de preços. Que tampouco cairão quando a CCS cair.

domingo, 6 de setembro de 2009

Que delícia!!!

Edison - Fica Maradona!.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 El mas grande del Mundo ALeqM5iWfCBSi6LmiNs5-oIgIEDybo83vA

sábado, 5 de setembro de 2009

Dueto dos gatos – Rossini

O Duetto buffo di due gatti (tradução literal: Dueto humorístico dos dois gatos, em português chamado apenas Dueto dos Gatos) é uma peça popular para dois sopranos. Muitas vezes, é apresentada como um concerto.

Embora esta peça seja geralmente atribuída a Gioachino Rossini, ela não foi, de fato, escrita por ele, mas, é uma compilação escrita em 1825, com passagens retomadas de sua ópera Otello, de 1816. O autor da compilação foi, provavelmente, o compositor inglês Robert Lucas Pearsall, que utilizou, nesta ocasião, o pseudônimo de “G. Berthold”.

Fonte: Wikipedia

Versão coral infantil (qual será?):

 
Versão Pauline Tinsley e Elizabeth Vaughan:


Versão gatinhos
:

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

1/2 Viagra

Edison - Meio Viagra

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Conceito e preconceito

“Todo conceito é um juízo. Todo preconceito é um prejuízo.”

Pensamento extraído de uma aula de Marilena Chauí, conforme relatado por um amigo.

Tem gente tão…

Normalmente não gosto de escrever sobre política. Acompanho, leio, passo raiva, mas não tenho saco de escrever sobre.

Costumo votar no candidato, não no partido. Já votei em candidatos do PT, do PSDB do PSB, mas nunca votei no Lula. Porém, ao contrário dos que nunca votaram nele, não acho que ele tenha feito um mau governo.

Longe da perfeição – aliás, nunca tivemos um que se aproximasse disso –, Lula até que faz um governo melhor do que eu esperava. Errou muito, é certo, e continua errando em algumas coisas, mas acertou em outras, como a manutenção da estabilidade econômica e por aí vai.

O Lula, reconheça-se, é um cara de valor. Acostumado a fazer discursos para a peãozada na porta das fábricas – ouvi muitos, creia-me – continua empregando seu linguajar singular, com muitas parábolas e poucos plurais, para falar ao povão aquilo que ele quer ouvir.

E, nesse sentido, ele muito é convincente, como no caso do vídeo abaixo, em que ele consegue exprimir pensamentos completamente opostos entre si, com a mesma sinceridade.

Related Posts with Thumbnails