sexta-feira, 21 de agosto de 2009

She don’t lie (*)

{3C37E144-7716-4D95-927B-5CFBB762F885}_cocaina_300 Notícia curiosa que li na BBC Brasil: 95% das notas de dólar em Washington contêm traços de cocaína. As notinhas, pra quem não sabe, são utilizadas pelos usuários da droga como canudinho para aspirar o pó.

Além de Washigton, a reportagem manciona Boston, Baltimore e Detroit, com 90% e o Canadá com 85%.

cocaina_happy_new_year1 Em terceiro lugar vem o Brasil, com 80%. Pra variar, sempre desconfio dessas pesquisas, principalmente quando leio que no Brasil o levantamento foi baseado (sem trocadilho) em 10 notas de Real. Uma amostra tão pouco significativa não pode servir de base para pesquisa nenhuma. Imagino que possam ter sido colhidas no caixa de alguma balada em São Paulo ou no Rio.

E se você, como eu, ficou chocado com as fotos acima, veja então como fica o cérebro de um usuário dessa droga:

COCA

(*) o título desse post foi extraído da música Cocaine, de Eric Clapton, que se recuperou de uma dependência braba de cocaína e de outras coisinhas mais:

If you wanna hang out you've got to take her out; cocaine.
If you wanna get down, down on the ground; cocaine.
She don't lie, she don't lie, she don't lie; cocaine.

If you got bad news, you wanna kick them blues; cocaine.
When your day is done and you wanna run; cocaine.
She don't lie, she don't lie, she don't lie; cocaine.

If your thing is gone and you wanna ride on; cocaine.
Don't forget this fact, you can't get it back; cocaine.
She don't lie, she don't lie, she don't lie; cocaine.
She don't lie, she don't lie, she don't lie; cocaine.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails