terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Picasso


Pintor de reconhecido talento, notabilizou-se também pelas estocadas verbais e tiradas certeiras, como a da obra Guernica já postada aqui.

Conta-se que, quando estava sem dinheiro trocado para pagar alguma compra para sua casa, rabiscava algo em um pedaço de papel e mandava seu empregado levar o desenho à loja como forma de pagamento pela mercadoria desejada.

Um dia, seu empregado volta com um papel rabiscado pelo açougueiro, entrega-o ao artista e diz:

- Ele mandou dizer que esse é o troco.

Ao que Picasso se surpreendeu:

- Ah, achei alguém com o ego maior que o meu!

De outra vez, ele pintou um quadro educacional, destinado exclusivamente às crianças.

Perguntaram a uma criança:

- O que significa esse quadro?

A criança pensou longamente e respondeu:

- Dois passarinhos.

Chamaram, então, outra criança. Depois de um longo exame, ela afirmou com convicção:

- Não, isso não é passarinho. É um avião.

Veio uma terceira:

- Nem passarinho, nem avião. Isso simplesmente é uma casa.

Chamaram uma quarta criança:

- Nem passarinho, nem avião, nem casa. É uma bola no ar, com a diferença de que a bola não existe.

Consultado o autor, ele respondeu:


- É um quadro para crianças e só as crianças o compreendem.

2 comentários:

Mário Júnior disse...

Recebeu o troco do açougueiro... hahahahaha! :p

Marília disse...

Esta é uma frase atribuída a Pablo Pacasso que o texto me fez lembrar:¨
" Enquanto fui menino, sabia pintar como Rafael. Precisei da vida inteira para aprender a pintar como as crianças."

Related Posts with Thumbnails