domingo, 29 de junho de 2008

Interferências indesejáveis


Uma das muitas coisas que me irritam, é ser abordado na rua ou em casa por alguém querendo me empurrar algo que não quero comprar, ouvir, ou mesmo receber de graça – aliás, nada é realmente de graça.

Normalmente procuro ser educado, mas é difícil desgrudar desses pentelhos. Coitados, é a profissão deles, por isso não consigo simplesmente desligar na cara.

Muito já se falou em como se livrar de operadores de telemarketing e tem até umas técnicas bem bacaninhas, depois eu conto para quem quiser, mas na hora eu fico tão irritado que não me lembro de nenhuma delas.

Ontem por exemplo, me ligaram de um jornal, nem me lembro qual:

- Boa tarde, eu sou do jornal XXX e estamos fazendo uma campanha para estimular a leitura... (é bom saber que tem alguém no Brasil preocupado com isso)

- Olha, moça, eu não estou interessado em assinar nenhum jornal... (com paciência)

- Mas o senhor nem ouviu ainda o que eu vou oferecer! (como se fosse vir a sétima maravilha do mundo)

- Acho que seria uma perda de tempo... (níveis primários de paciência se esgotando)

- Como o senhor faz para se manter informado? (essa é a técnica de telemarketing para não deixar o potencial cliente desligar)

- Pela internet... (curto e grosso, porém meio enroscado no anzol)

- O senhor sabia que alguns sites da internet não contêm informações confiáveis? (texto padrão para esculhambar o que o pateta atualmente tem por padrão)

- Sabia, sim senhora, mas eu já sou grandinho o suficiente para saber distinguir o que é confiável do que não é. Boa tarde!

CLIQUE

Um comentário:

Marília disse...

Quando ainda respondia a essas perguntas "astutas", perdi a educação com uma moça que tinha uma voz arrogante e irônica. Repeti pela terceira vez:
- JÁ DISSE QUE NÃO QUERO.
- A senhora está nervosa?!
- ESTOU!
- Posso saber porque?
- ORA TENHA PACIÊNCIA!!!- E bati o telefone.
Atualmente eu digo com voz velada:
- Vai me desculpar, mas estou no meio de uma aula.
- Posso ligar mais tarde?
- Não.- E desligo sem me irritar.
A propósito, é uma aula de como ficar livre deles, tadinhos.

Related Posts with Thumbnails