sexta-feira, 23 de maio de 2008

Nascer do sol


Tirar fotos do nascer e pôr do sol é fácil. São quase todas lindas, um espetáculo maravilhoso e diferente todo dia. Já descrever esse evento não é para qualquer um. Segue um legal:


“(...)

O sol despertara os pássaros e enchera de cantos as suas cabecinhas; deslizara do cume da montanha, tranqüilamente, calmamente, sobre as colinas e a planície; abrira a porta das casas da aldeia e entrara. Surpreendera a viúva ainda na cama, empalidecida por uma longa noite de insônia, e insinuara-se nos seus cabelos; surpreendera Mariori no quintal, regando os vasos de flores, e pousara-lhe no pescoço, que nenhum beijo ainda tocara; surpreendera todas as mulheres da aldeia e as havia acariciado como se lhe pertencessem. Veio instalar-se no banco, perto de Manólios, que estendeu as duas mãos para lhe dar as boas-vindas.

‘De onde vem essa alegria que estou sentindo?’, perguntou-se ele. ‘De onde vem esse alívio?’ Eu não compreendo...’

(...)”

Extraído do livro “O Cristo Recrucificado”, de Nikos Kazantzakis.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails